PUBLICIDADE
Topo

Voz feminina de funks proibidões, Gabily ouve de gospel ao rock de Bon Jovi

Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

15/05/2020 04h00

Gabily é eclética. Não há melhor palavra para definir a seleção de músicas da cantora, convidada de hoje da série do UOL "Playlist da Semana". No cardápio, divas pop, o pagodinho do Sorriso Maroto, o rock oitentista de Bon Jovi e louvores, muitos louvores, relfexo da criação evangélica. A cereja do bolo é um único funk, ritmo que Gabily hoje canta de forma diferenciada.

"Eu curto tudo, na real. Gosto de todos os estilos e vou variando de acordo com o meu humor", conta a funkeira, que também mostra um lado eclético no seu trabalho. "Eu sempre fui do funk. Mas, quando fiquei conhecida, eu estava lançando uma música mais pop, que foi a 'Deixa Rolar'. Porém, ser hoje uma artista pop engloba o funk e o R&B. O pop é uma mistura de vários ritmos."

Beyoncé, uma de suas grandes musas inspiradoras, surge na playlist com "Listen", música-tema do filme "Dreamgirls". Mas é o gospel nacional que domina a seleção de Gabily, com Casa Worship ("A Casa É Sua"), Midian Lima ("Não Pare") e Ministério Zoe ("Aquieta Minh'Alma"). "Eu amo ouvir louvores e 'Aquieta Minh'Alma', em especial, é uma música que me traz paz."

Bon Jovi entra na seleção com a balada "Always", que provoca nostalgia na cantora. "É uma música que lembra minha infância, juventude até a fase adulta", conta. Já "Love me Like You Do", tema do filme "50 Tons de Cinza", combina com a fase mais recente de Gabily, que lançou o EP "Putaria Clássica", com funks ousadia cantados de forma mais suave, como "Abre a Firma" e a versão romântica de "Coça de Xereca", de MC Rebecca.

Playlist da Semana