Topo

Geek


Taika Waititi: Quem é o diretor que está mudando a cara do Thor (e da Marvel)

Diretor Taika Waititi nos bastidores de Thor: Ragnarok - Reprodução
Diretor Taika Waititi nos bastidores de Thor: Ragnarok Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Do UOL, em São Paulo

27/07/2019 04h00

O painel da Marvel na San Diego Comic-Con 2019 teve como uma de suas grandes novidades o anúncio de Thor: Love and Thunder. O filme, quarto da franquia, chega em novembro de 2021, e vai contar como Jane Foster (Natalie Portman) assume o mando de deusa do trovão no lugar do seu ex-amado, Thor (Chris Hemsworth). Na direção está o neozelandês Taika Waititi.

Este já é um nome conhecido dos fãs da Marvel. Em 2017, Waititi revitalizou o herói vivido por Hemsworth em Thor: Ragnarok, que se tornou o mais lucrativo (US$ 853 milhões) e mais elogiado filme do personagem até hoje. Com um estilo único que mistura comédia e delírio visual, o cineasta fez com que uma das poucas franquias estagnadas da Marvel finalmente pegasse no tranco.

Assim como foi a chave para um Hemsworth desgastado aceitar um novo filme do Thor em 2017, Waititi foi quem convenceu Natalie Portman a retornar para a Marvel, anos após uma briga entre a atriz e o estúdio. Carismático, excêntrico e talentoso, ele tem tudo para continuar fazendo barulho em Hollywood.

Taika Waititi entre Kevin Feige e Chris Hemsworth, na San Diego Comic-Con 2017 - Richard Shotwell/Invision/AP
Taika Waititi entre Kevin Feige e Chris Hemsworth, na San Diego Comic-Con 2017
Imagem: Richard Shotwell/Invision/AP

Taika, o "palhaço da classe"

A trajetória do cineasta começou na frente das câmeras. Waititi atuou em várias comédias independentes na Nova Zelândia, antes de assumir a direção de filmes como Loucos por Nada (2007) e Boy (2010). Seu grande trampolim para o sucesso foi O Que Fazemos nas Sombras, comédia sobre vampiros lançada em 2014.

Codirigida, coescrita e coestrelada pelo amigo do diretor, Jemaine Clement (de Flight of the Conchords), o longa tira sarro da mitologia dos vampiros ao imaginá-los no mundo contemporâneo, vivendo em uma vizinhança suburbana e lidando com problemas mundanos. Waititi aparece no filme como o líder do trio principal, Viago, que incorporou um pouco demais da modernidade em seus hábitos vampirescos.

O longa seguinte do diretor foi A Aventura de Rick Baker (2016). No filme, Sam Neill (Jurassic Park) interpreta Hector, um homem recluso que precisa cuidar do seu filho adotivo, Ricky (Julian Dennison, que depois estrelou Deadpool 2), após a morte de sua mulher. Quando Ricky foge, acaba causando uma caçada de proporções nacionais, e o filme se torna uma aventura surpreendente.

Trailer de Jojo Rabbit, de Taika Waititi

UOL Entretenimento

Taika, o provocador

O humor que marca os filmes de Waititi, no entanto, tem sempre um lado venenoso, crítico. O Que Fazemos nas Sombras esculhamba a masculinidade artificial de um de seus personagens, enquanto recompensa o trato delicado de outro. A Aventura de Rick Baker é uma ode aos desajustados, e aos formatos de família vistos como não tradicionais.

Este lado provocador está em evidência no seu próximo projeto, que sai ainda este ano. Em Jojo Rabbit, Waititi tira sarro do ditador Adolf Hitler ao interpretar uma versão dele que só existe na imaginação do protagonista interpretado pelo estreante Roman Griffin Davis. Fascinado pela propaganda nazista que vê ao seu redor na Alemanha da Segunda Guerra, o garoto tem o Fuhrer como "amigo imaginário".

Como o primeiro teaser de Jojo Rabbit deixa claro, a adaptação do livro de Christine Leunens, que Waititi também escreveu e dirigiu, é "uma sátira que declara guerra ao ódio". O cineasta neozelandês tem herança judaica do lado materno de sua família, e a grande reviravolta da trama acontece quando o protagonista descobre que sua mãe (Scarlett Johansson) está escondendo uma garota judia (Thomasin McKenzie) dos nazistas.

Esse é o grande talento de Waititi como artista: ele faz filmes instigantes, corajosos, sem perder a irreverência e sem sacrificar o entretenimento. Um nome que se encaixa muito bem na atual fase da Marvel, sua mais ousada até hoje.

Quer ler mais sobre o mundo geek e conversar com outros fãs? Participe da nossa página no Facebook! Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Geek.

Geek