Topo

Geek


Fase 4 do Universo Marvel: Afinal, quem são Os Eternos?

Capa da primeira HQ dos Eternos - Reprodução
Capa da primeira HQ dos Eternos Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

24/07/2019 04h00

A Marvel Studios anunciou uma avalanche de novidades durante painel na San Diego Comic-Con, como elenco e data de estreia de Os Eternos.

O filme protagonizado por Angelina Jolie e Richard Madden é baseado nos quadrinhos criados por Jack Kirby nos anos 70, abordando uma raça especial criada pelos "deuses" do universo.

Descubra a seguir tudo sobre a saga dos quadrinhos dos Eternos. O filme chega aos cinemas norte-americanos em 6 de novembro de 2020 e será dirigido por Chloé Zhao.

A criação dos Eternos

Os Eternos - Reprodução
Os Eternos
Imagem: Reprodução

Jack Kirby ajudou a criar para a Marvel Capitão América, Thor, Homem de Ferro e Pantera Negra antes de sair da editora por achar que seu trabalho não estava sendo valorizado. Sua nova casa virou a DC Comics, onde bolou o Quarto Mundo e desenvolveu uma mitologia própria com personagens como Darkseid e Steppenwolf (o vilão do filme Liga da Justiça).

Ao voltar para a Marvel em 1976, ele criou um enredo semelhante em Os Eternos, sobre seres místicos que voltam a ser foco de uma guerra espacial. A junção de mitologia com ficção científica pode ser considerada uma origem do Universo Marvel nos quadrinhos.

Mitologia dos Eternos

Há milhões de anos, seres colossais chamados de Celestiais vieram do espaço e fizeram experimentos genéticos em um macaco no planeta Terra. Dos testes saíram três raças: Deviantes, Humanos e os Eternos.

O primeiro grupo é considerados o "erro" dos deuses, criaturas horripilantes com genes propensos a sofrer mutações. Já os Eternos ganharam na loteria: eles têm poderes cósmicos, são imortais ao envelhecimento e doenças e vivem tranquilamente acima das nuvens. Nós, os humanos, estamos no meio dos dois grupos e não soubemos até hoje como viver em conjunto.

A ideia de Jack Kirby é que os Eternos fossem uma versão para os quadrinhos dos deuses clássicos, que povoaram as crenças dos incas aos gregos e romanos. O quadrinista citou ainda a Arca de Noé, o continente perdido de Lemúria e até William Shakespeare.

Quais são os Eternos?

O elenco de Os Eternos se reúne no palco do Hall H, na San Diego Comic-Con - Reprodução/Twitter
O elenco de Os Eternos se reúne no palco do Hall H, na San Diego Comic-Con
Imagem: Reprodução/Twitter

Existem centenas de Eternos espalhados pelo Universo Marvel, muitos com poderes semelhantes como super-força, telepatia e manipulação de energia cósmica. Porém, cada um pode ser "especialista" em uma área e ter limitações em outras técnicas. Os protagonistas dos quadrinhos e seus respectivos intérpretes no filme da saga são:

Ikaris (Richard Madden): considerado o líder dos Eternos, ele foi o primeiro de sua raça a ser apresentado nos quadrinhos. Ikaris é um dos Eternos mais fortes, podendo voar, soltar raios pelos olhos, ter super-força, ser resistente a altas temperaturas, ser super-veloz, conseguir manipular energia cósmica e se teletransportar.

Thena (Angelina Jolie): a mitologia da HQ afirma que a cidade de Atenas foi construída em homenagem à heroína, filha de Zuras, líder dos Eternos na Terra. Seus poderes são parecidos com os de Ikaris, mas ela tem um conhecimento impressionante tanto sobre os Eternos quanto sobre as sociedades dos humanos e dos Deviantes.

Kingo (Kumail Najiani): nos quadrinhos, Kingo vem de um grupo de Eternos que morava nas montanhas de Hokkaido, no Japão. Ele aprendeu todas as técnicas necessárias para virar samurai durante o século 16 e nos dias atuais é uma estrela dos filmes de ação. Para lutar, ele deixa de lado sua veia "superior" para honrar o que aprendeu como os samurais.

Makkari (Lauren Ridloff): nos quadrinhos, Makkari tem como grande atributo a super-velocidade, e ele ainda é considerado um grande engenheiro. Ele já passou pelo Egito Antigo e a Grécia Antiga, ensinando a escrita para os humanos e sendo confundido com o deus Hermes. No filme, ele será interpretado pela atriz Lauren Ridloff.

Phastos (Brian Tyree Henry): mais melancólico do que seus companheiros, Phastos é um mestre ferreiro, responsável inclusive pela espada que Kingo usa. O herói acredita que a vida não tem sentido e nem sempre é a favor de lutar. Chegou a ser confundido com Hefesto na Grécia Antiga.

Ajak (Salma Hayek): o personagem será uma heroína na adaptação da Marvel. Nas HQs, Ajak virou a divindade Quetzalcóatl para os astecas e retorna após ajuda de Ikaris. Ele age como um intermediário entre os Celestiais e suas criações na Terra, sendo também especialista em combates corpo a corpo.

Sprite (Lia McHugh): trollador do grupo, o herói mirim adora fazer ilusões para enganar os Eternos. Ele brinca com os humanos há séculos, inspirando Puck em Sonho de uma Noite de Verão, de Shakespeare. Ele permanece no corpo de uma criança apesar da idade e seu comportamento inconsequente muitas vezes atrapalha a equipe.

Gilgamesh (Don Lee): Confundido com Hércules em séculos passados, o herói é forte -- extremamente forte. Ele tem habilidades com diferentes armas e consegue se regenerar com facilidade.

Vilões

Os grandes antagonistas dos Eternos são os Deviantes -- rebaixados pelos Celestiais após um épico confronto -- que passaram a ser confundidos pelos humanos com os demônios em tempos mais recentes. Eles apresentam diversos formatos e estão em uma guerra eterna para conquistar novamente o poder.

Os Deviantes da saga dos Eternos - Reprodução
Os Deviantes da saga dos Eternos
Imagem: Reprodução

Muitos possuem chifres, grandes presas e tamanhos gigantescos iguais aos folclores de ogros e trolls. Apesar da aparência tenebrosa, eles são uma raça muito inteligente e desenvolveram tecnologia avançada quando os humanos eram ainda habitavam as cavernas

Desde sua queda com a segunda passagem de seus criadores pela Terra, a raça perdeu o domínio sobre os continentes e estabeleceu uma sociedade "secreta" enquanto passaram a se esconder em passagens abaixo da terra.

Como funcionar no MCU?

Os Eternos pode ser considerada uma saga obscura dentro da Marvel, tanto pela complexidade quanto pelo fato de que nunca virou um hit dentro da editora. Ainda assim, o estúdio já provou de que consegue pegar personagens não tão populares para o grande público e fazer funcionar, como os Guardiões da Galáxia.

Uma obra que pode ser mais fácil de adaptar dentro do universo cinematográfico é a saga dos Eternos comandada por Neil Gaiman e John Romita Jr. em 2006. O projeto mostrava os heróis vivendo como humanos comuns nos dias atuais, cada um desenvolvendo personalidade própria para se adequar aos padrões que conhecemos.

Ao mesmo tempo, seria interessante para a Marvel usar a saga de Jack Kirby como uma "origem" de sua mitologia, mostrando a guerra milenar dos Deviantes e como os heróis que já conhecemos se desenvolveram a partir daí.

Os quadrinhos originais de Kirby exageram nas cores fortes e no embate entre os protagonistas e seus inimigos, justamente no que a Marvel acertou em Thor: Ragnarok e Guardiões da Galáxia, por exemplo.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado no 15° parágrafo desta matéria, a divindade Quetzalcóatl é de origem asteca, e não inca. A informação já foi corrigida.

Geek