Topo

Vingadores


Vingadores: Ultimato passa Avatar e tem a maior bilheteria da história do cinema

Pôster brasileiro de "Vingadores: Ultimato" - Divulgação
Pôster brasileiro de "Vingadores: Ultimato"
Imagem: Divulgação

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

20/07/2019 21h36Atualizada em 22/07/2019 16h08

Vingadores: Ultimato ultrapassou hoje os US$ 2,789 bilhões de Avatar e agora é o filme que mais arrecadou na história do cinema. O anúncio foi feito pelo presidente da Marvel Studios, Kevin Feigne, no painel mais esperado da San Diego Comic Con.

Segundo o Box Office Mojo, Vingadores: Ultimato chegou a US$ 2,790.2 bilhões nas bilheterias mundiais, superando os US$ 2,789.7 bilhões de Avatar.

"Uma grande felicitação às equipes dos estúdios Marvel e Disney, e obrigado a todos os fãs ao redor do mundo que elevaram Vingadores: Ultimato a esta altura histórica", disse Alan Horn, um dos chefões da Disney, em comunicado oficial.

A conquista histórica aconteceu após uma nova versão do blockbuster da Marvel passar a ser exibida nos cinemas para atrair mais o público.

As novidades incluem introdução especial de Anthony Russo, uma cena deletada não finalizada e uma prévia de Homem-Aranha: Longe de Casa, que chegou aos cinemas brasileiros no dia 11 de julho.

O filme mais recente da Marvel já tinha conquistado feitos impressionantes: foi o mais rápido a chegar a US$ 1 bilhão; precisou de apenas 11 dias para passar dos US$ 2 bilhões; é a segunda maior bilheteria na história dos Estados Unidos; maior bilheteria da China; e maior estreia mundial.

Confira a lista com as cinco maiores bilheterias da história:

  1. Vingadores: Ultimato (2019) - US$ 2,790 bilhões
  2. Avatar (2009) - US$ 2,789 bilhões
  3. Titanic (1997) - US$ 2,187 bilhões
  4. Star Wars - O Despertar da Força (2015) - US$ 2,068 bilhões
  5. Vingadores: Guerra Infinita (2018) - US$ 2,048 bilhões

Quase que não foi

Cena de Vingadores: Ultimato - Divulgação
Cena de Vingadores: Ultimato
Imagem: Divulgação

Após a estreia de Ultimato, muitos especialistas não acreditavam que o filme poderia ultrapassar Avatar. Da segunda para a terceira semana, os números de vendas de ingressos baixaram mais de 60% e a Marvel ficou com um pé atrás de que tanta animação teria sido apenas momentânea.

Os diretores também não quiseram falar muito sobre os lucros durante este período.

"Eu tenho de ser honesto. Estou quase frustrado que o filme tenha se saído tão bem, porque a questão das bilheterias está literalmente dominando o noticiário e essa não é parte mais interessante da história", explicou Anthony na semana seguinte ao lançamento.

"É sempre a mesma coisa. Quanto arrecadou de bilheteria? Quebrou algum recorde? Quebrou o recorde do filme anterior? Esse tipo de coisa é ruim para um filme. Mas é claro que nós esperamos que quebre o recorde internacional, porque seria histórico, certo", acrescentou Joe Russo na ocasião, explicando que - apesar de eles desejarem sim números recordes como diretores - isso não é tudo.

Fora das bilheterias, Vingadores: Ultimato recebeu elogios de críticos e fãs.

No site Rotten Tomatoes, o maior agregador de críticas da internet, o filme aparece com 95% de aprovação pelos especialistas e 89% pelo público em geral. No Universo Cinematográfico da Marvel (MCU), apenas Pantera Negra conseguiu mais avaliações positivas, com 97%.

Os bastidores de uma cena fundamental de "Vingadores: Ultimato"

UOL Entretenimento

Vingadores