Topo

Filmes e séries


Roberto Sadovski

O cinema pop nunca mais será o mesmo depois de Vingadores: Ultimato

Nada será o mesmo depois de Vingadores: Ultimato. Calma, deixa eu refazer a frase: não só o universo que a Marvel criou no cinema jamais será o mesmo, como o cinema pop como conhecemos, o entretenimento em grande escala, terá de ser revisto e reescrito. A conclusão do primeiro grande épico do estúdio, executado em mais de uma década e ao longo de 22 filmes, consegue ir além das expectativas mais otimistas. E é uma conclusão, não um fim, já que os irmãos Joe e Anthony Russo expandem o universo, de ontem e de hoje, apontando caminhos novos e surpreendentes – isso sem nunca perder o foco da narrativa que conduz a aventura. Quando precisa emocionar, Ultimato é superlativo; quando se assume como espetáculo, é imbatível. Não só é o melhor filme que a Marvel já produziu como é também um produto perfeito, a tecnologia do cinema a serviço de uma boa história.