PUBLICIDADE
Topo

Sertanejo

Matheus e Kauan comemoram dez anos com DVD e projetam filme sobre a dupla

A dupla sertaneja Matheus & Kauan grava DVD comemorativo de dez anos de carreira, Dez Anos na Praia - Reprodução/Instagram/matheusekauan
A dupla sertaneja Matheus & Kauan grava DVD comemorativo de dez anos de carreira, Dez Anos na Praia Imagem: Reprodução/Instagram/matheusekauan

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

28/01/2020 12h00

Resumo da notícia

  • Matheus e Kauan comemoram dez anos de carreira como a segunda dupla sertaneja mais ouvida na década no Spotify
  • Os irmãos lançarão um DVD comemorativo com músicas inéditas e releituras de hits como "O Nosso Santo Bateu"
  • A dupla também projeta um filme sobre sua história com roteiro escrito pelo tio, maior apoiador da carreira dos sobrinhos

Segunda dupla sertaneja mais ouvida da década no Spotify (atrás apenas de Jorge & Mateus), Matheus & Kauan devem comemorar dez anos de carreira em alto nível. Os irmãos lançarão na próxima sexta (31) a primeira parte do DVD "Dez Anos Na Praia", com três músicas inéditas e uma nova versão de "O Nosso Santo Bateu", e projetam contar a própria trajetória em um longa-metragem.

A divisão do DVD em partes, no formato EP, integra parte da estratégia bem-sucedida da dupla nas plataformas de streaming. Com mais de 6,1 milhões de ouvintes mensais, figuraram no top 10 do Spotify em 2019 com a música "Vou Ter Que Superar" (parceria com Marília Mendonça), que superou 109 milhões de execuções. Os números poderosos mostram que os irmãos têm pleno domínio da nova forma de consumir música.

"Dez anos não são dez dias, é um tempo considerável, apesar de que o sertanejo é famoso pela longevidade dos artistas que completam 40, 50 anos de carreira, mas são dez anos de uma história bem legal e de muito aprendizado. Nada foi fácil. Estourar uma música hoje não é problema, se tiver uma música boa vai acontecer. Se manter em um mercado competitivo é que não é nada fácil", analisa Matheus em entrevista ao UOL.

O novo trabalho terá seu pontapé inicial com a música "Litrão", uma moda sertaneja regada a muito álcool e "sofrência". Escrita por Matheus e outros três compositores (Diego Silveira, De Angelo e Rapha Lucas), marca uma fase mais boêmia da dupla, intensificada com hits como "Cerveja, Sal e Limão" e "Quarta Cadeira".

"Somos conhecidos pelo lado romântico, sempre foi um forte de Matheus & Kauan. Desde o último trabalho, 'Tem Moda Pra Tudo', tentamos aproximar o público jovem da galera que gosta de sair para a balada e tomar 'umas'. Resolvemos fazer músicas mais animadas agora para atingir esse público também. Atingimos crianças e os mais velhos, isso é muito bacana. Não temos um limite de idade, uma faixa etária, a galera toda curte o nosso som", avalia Kauan.

Composições e inspiração em Jorge & Mateus

Matheus & Kauan em 2010 - Reprodução - Reprodução
Matheus & Kauan em 2010
Imagem: Reprodução
A história dos sertanejos começou antes de 2010, quando a dupla então recém-descoberta viralizou com o jingle do festival Caldas Country. Mais velho da dupla, Kauan já cantava quando tentou a sorte cruzando a fronteira do México para os Estados Unidos. Exerceu múltiplas profissões enquanto tentava realizar o sonho de viver da música, e quando retornou ao Brasil descobriu que o caçula, Matheus, também cantava.

Respeitados como compositores (eles assinam sucessos de Luan Santana, Bruno & Marrone, Jorge e Mateus e Cristiano Araújo, por exemplo), os irmãos assinaram o primeiro grande contrato para gravar o DVD Mundo Paralelo, em 2013, mas foram convencidos a inverter a ordem das vozes. Kauan, cantor principal, cedeu o posto a Matheus, que tinha a voz mais próxima de Jorge, então no auge da carreira.

Jorge, da dupla com Mateus, e Matheus, da dupla com Kauan - Reprodução/Instagram/matheusekauan - Reprodução/Instagram/matheusekauan
Jorge, da dupla com Mateus, e Matheus, da dupla com Kauan
Imagem: Reprodução/Instagram/matheusekauan
"Resolvemos mudar, até pela voz dele trazer mais para o lado sertanejo e a gente chegar em um consenso, falar: 'Acho que é legal cantar de segunda e às vezes fazer primeira também'. Tem dado muito certo, graças a Deus, todas as músicas em que começo cantando também e entro participando se destacam e fico feliz por isso", comemora Kauan.

"No começo, soava um pouco mais parecido, até porque existe aquele negócio de querer cantar igual, isso aí existiu mesmo, como hoje em dia existem artistas que querem seguir os passos de Matheus & Kauan. Mas graças a Deus não tem polêmica na nossa carreira e conseguimos mudar essa imagem. Antigamente, as pessoas não tinham conhecimento, mas hoje conseguem identificar", ressalta Matheus.

Filme

Além do sétimo DVD da carreira, que tem previsão de lançamento para março, a dupla planeja contar a trajetória anterior ao sucesso em um filme. O projeto ambicioso é parte do sonho do tio de Matheus e Kauan, Vicente Aleixo, maior incentivador da carreira dos sobrinhos e espécie de segundo pai, já que o pai biológico, Osvaldo, morreu quando os filhos eram crianças.

Vicente Aleixo, tio de Matheus & Kauan - Reprodução/TV Globo - Reprodução/TV Globo
Vicente Aleixo, tio de Matheus & Kauan
Imagem: Reprodução/TV Globo
"Temos esse sonho de mostrar como foi a trajetória de Matheus & Kauan. Já conversamos com gravadora, com empresário, mas realmente vamos entrar de férias agora e assim que voltarmos vamos pensar em algo maior e dar um play", explica Kauan, que revela a existência de um esboço de roteiro escrito por Vicente Aleixo.

"Temos um tio que sempre nos incentivou a cantar, participou muito da nossa vida e da nossa carreira. Tio Vicente já tem tudo escrito, tem o roteiro meio que pronto. Vamos sentar um dia, ver o que ele tem lá e acrescentar mais algumas coisas", afirma.

Sertanejo