PUBLICIDADE
Topo

1917 desbanca Coringa e O Irlandês e leva Globo de Ouro de filme dramático

Benedict Cumberbatch no trailer de 1917 - Reprodução/YouTube
Benedict Cumberbatch no trailer de 1917 Imagem: Reprodução/YouTube

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

06/01/2020 01h12

1917, filme de guerra de Sam Mendes, surpreendeu como um dos grandes vencedores da 77ª edição do Globo de Ouro. O longa se consagrou como o melhor filme de drama, desbancando uma concorrência pesadíssima.

A produção deixou para trás O Irlandês, de Martin Scorsese; Dois Papas, do brasileiro Fernando Meirelles; História de Um Casamento, de Noah Baumbach; e Coringa, de Todd Phillips.

A surpresa, para a equipe do longa, começou mais cedo, quando Sam Mendes foi premiado como o melhor diretor. O cineasta não escondeu sua perplexidade com a vitória. Em seu discurso, ele se disse surpreso e ainda homenageou Scorsese, dizendo que "não há diretor que não esteja à sombra" do veterano.

1917 conta a história de dois soldados que, durante a Primeira Guerra Mundial, têm de atravessar territórios inimigos para entregar uma mensagem que tem o potencial de salvar milhares de vidas.

Veja o trailer de 1917

UOL Entretenimento

O crítico do UOL Roberto Sadovski colocou o filme em sua lista de melhores de 2019, e elogiou seus feitos técnicos: "A execução é um verdadeiro pesadelo bélico, com a decisão de Mendes em criar sua narrativa com a ilusão de um plano sequência, uma única tomada sem cortes acompanhando os dois soldados - os excepcionais Dean-Charles Chapman e George MacKay - como se estivéssemos ali, com eles, no mesmo fôlego, nos mesmos terrenos, sob o mesmo tiroteio, no mesmo inferno que é a guerra. A história pode parecer uma reprise, mas a tecnologia é única (a fotografia de Roger Deakins é uma obra de arte) e a conexão humana é emocionante e inevitável."

1917 estreia no Brasil em 23 de janeiro.

Tarantino se destaca

O maior vencedor da noite, com três troféus, foi Era Uma Vez Em... Hollywood, de Quentin Tarantino. A produção foi premiada nas categorias de filme de comédia musical, roteiro e ator coadjuvante, para Brad Pitt. Foi a primeira vez, aliás, em que Tarantino deixou o Globo de Ouro com um prêmio de melhor filme. Antes, ele só havia vencido nas categorias de roteiro, por Pulp Fiction e Django Livre.

Entre as maiores derrotas, o destaque ficou para a Netflix. A gigante do streaming começou a noite como favoritíssima, com 34 indicações —três delas só para melhor filme dramático— e saiu com apenas dois prêmios. A melhor atriz coadjuvante em filme dramático foi Laura Dern, por História de um Casamento, e a estatueta de melhor atriz em série dramática ficou com Olivia Colman, em The Crown.

Empatados com 1917, com dois prêmios, ficaram Coringa, que levou a melhor nas disputas de melhor ator de drama (Joaquin Phoenix) e trilha sonora (Hildur Guðnadóttir), e Rocketman, vencedor de melhor ator em comédia (Taron Egerton) e canção original (I'm gonna love me again, de Elton John).

Veja abaixo a lista completa de vencedores

Melhor filme - drama

Melhor filme - comédia ou musical

Melhor filme em língua não-inglesa

  • The Farewell (EUA)
  • Dor e Glória (Espanha)
  • Retrato de Uma Jovem em Chamas (França)
  • Parasita (Coreia do Sul) - VENCEDOR
  • Os Miseráveis (França)

Melhor filme de animação

Melhor direção

  • Bong Joon-ho, por Parasita
  • Sam Mendes, por 1917 - VENCEDOR
  • Todd Phillips, por Coringa
  • Martin Scorsese, por O Irlandês
  • Quentin Tarantino, por Era Uma Vez em Hollywood

Melhor ator em filme - drama

  • Christian Bale, por Ford vs. Ferrari
  • Antonio Banderas, por Dor e Glória
  • Adam Driver, por História de um Casamento
  • Joaquin Phoenix, por Coringa - VENCEDOR
  • Jonathan Pryce, por Dois Papas

Melhor ator em filme - comédia ou musical

  • Daniel Craig, por Entre Facas e Segredos
  • Roman Griffin Davis, por Jojo Rabbit
  • Leonardo DiCaprio, por Era Uma Vez em Hollywood
  • Eddie Murphy, por Meu Nome é Dolemite
  • Taron Egerton, por Rocketman - VENCEDOR

Melhor atriz em filme - drama

  • Cynthia Erivo, por Harriet
  • Scarlett Johansson, por História de Um Casamento
  • Saoirse Ronan, por Adoráveis Mulheres
  • Charlize Theron, por O Escândalo
  • Renée Zellweger, por Judy - VENCEDORA

Melhor atriz em filme - comédia ou musical

  • Ana de Armas, por Entre Facas e Segredos
  • Awkwafina, por The Farewell - VENCEDORA
  • Cate Blanchett, por Cadê Você, Bernadette?
  • Beanie Feldstein, por Fora de Série
  • Emma Thompson, por Late Night

Melhor ator coadjuvante

  • Tom Hanks, por Um Belo Dia na Vizinhança
  • Anthony Hopkins, por Dois Papas
  • Al Pacino, por O Irlandês
  • Joe Pesci, por O Irlandês
  • Brad Pitt, por Era Uma Vez em Hollywood - VENCEDOR

Melhor atriz coadjuvante

  • Kathy Bates, por Richard Jewell
  • Annette Beninng, por The Report
  • Laura Dern, por História de um Casamento - VENCEDORA
  • Jennifer Lopez, por As Golpistas
  • Margot Robbie, por O Escândalo

Melhor roteiro em filme

  • Noah Baumbach, por História de um Casamento
  • Bong Joon-Ho e Han Jin-won, por Parasita
  • Anthony McCartney, por Dois Papas
  • Quentin Tarantino, por Era Uma Vez em Hollywood - VENCEDOR
  • Steven Saillian, por O Irlandês

Melhor trilha sonora em filme

  • Daniel Pemberton, por Brooklyn Sem Pai Nem Mãe
  • Alexandre Desplat, por Adoráveis Mulheres
  • Hildur Guðnadóttir, por Coringa - VENCEDORA
  • Thomas Newman, por 1917
  • Randy Newman, por História de um Casamento

Melhor canção original para filme

  • Beautiful Ghosts (Taylor Swift), de Cats
  • (I'm Gonna) Love Me Again (Elton John), de Rocketman - VENCEDORA
  • Into the Unknown (Idina Menzel), de Frozen 2
  • Spirit (Beyoncé), de O Rei Leão
  • Stand Up (Cynthia Erivo), de Harriet

Melhor série de TV - drama

  • Big Little Lies
  • The Crown
  • Killing Eve
  • The Morning Show
  • Succession - VENCEDOR

Melhor série de TV - comédia ou musical

  • Barry
  • Fleabag - VENCEDORA
  • O Método Kominsky
  • The Marvelous Mrs. Maisel
  • The Politician

Melhor minissérie ou filme para TV

  • Catch-22
  • Chernobyl - VENCEDOR
  • Fosse/Verdon
  • The Loudest Voice
  • Unbelievable

Melhor ator em série de TV - drama

  • Brian Cox, por Succession - VENCEDOR
  • Kit Harington, por Game of Thrones
  • Rami Malek, por Mr. Robot
  • Tobias Menzies, por The Crown
  • Billy Porter, por Pose

Melhor ator em série de TV - comédia ou musical

  • Ben Platt, por The Politician
  • Paul Rudd, por Living With Yourself
  • Rami Youssef, por Rami - VENCEDOR
  • Bill Hader, por Barry
  • Michael Douglas, por O Método Kominsky

Melhor ator em minissérie ou filme para TV

  • Christopher Abbott, por Catch-22
  • Jared Harris, por Chernobyl
  • Sacha Baron Cohen, por The Spy
  • Russell Crowe, por The Loudest Voice - VENCEDOR
  • Sam Rockwell, por Fosse/Verdon

Melhor atriz em série de TV - drama

  • Jennifer Aniston, por The Morning Show
  • Reese Witherspoon, por The Morning Show
  • Olivia Colman, por The Crown - VENCEDORA
  • Jodie Comer, por Killing Eve
  • Nicole Kidman, por Big Little Lies

Melhor atriz em série de TV - comédia ou musical

  • Christina Applegate, por Dead to Me
  • Phoebe Waller-Bridge, por Fleabag - VENCEDORA
  • Natasha Lyonne, por Russian Doll
  • Kirsten Dunst, por On Becoming a God in Central Florida
  • Rachel Brosnahan, por The Marvelous Mrs. Maisel

Melhor atriz em minissérie ou filme para a TV

  • Kaitlyn Dever, por Unbelieavable
  • Joey King, por The Act
  • Helen Mirren, por Catherine the Great
  • Merritt Wever, por Unbelievable
  • Michelle Williams, por Fosse/Verdon - VENCEDORA

Melhor ator coadjuvante em série, minissérie ou filme para a TV

  • Alan Arkin, por O Método Kominsky
  • Kieran Culkin, por Succession
  • Andrew Scott, por Fleabag
  • StelLan Skarsgard, por Chernobyl - VENCEDOR
  • Henry Winkler, por Barry

Melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou filme para a TV

  • Patricia Arquette, por The Act - VENCEDORA
  • Helena Bonham Carter, por The Crown
  • Toni Collette, por Unbelievable
  • Meryl Streep, por Big Little Lies
  • Emily Watson, por Chernobyl