Topo

Geek


Roteirista de Viúva Negra diz que não será fiel às partes "discriminatórias" das HQs

Viúva Negra - Reprodução
Viúva Negra Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Do UOL, em São Paulo

02/08/2019 10h45

A roteirista Jac Schaeffer conversou com o site Inverse sobre o seu trabalho no filme Viúva Negra e na série WandaVision, projetos da Marvel que serão lançados no ano que vem. Durante a entrevista, a escritora disse que não vai ser fiel a tradições dos quadrinhos em ocasiões que as considerar "discriminatórias".

"Eu não estou interessada em aderir ao cânone das histórias em quadrinhos quando ele é discriminatório, ou viola o meu sistema de valores de qualquer maneira", comentou.

Schaeffer, que tem no currículo comédias como Timer: Contagem Regressiva Para o Amor (2009) e As Trapaceiras (2018), ainda revelou que não costuma ler os comentários negativos a anúncios de mais diversidade em grandes produções de Hollywood.

"Quando as pessoas reagem com ódio, isso me deixa triste. Eu acho que é uma pena. Mas eu não coloco a minha energia nisso. Não estou interessada nas vozes altas e amarguradas dessas pessoas", disse.

Para WandaVision, Schaeffer atuou como showrunner e montou uma equipe muito diversa de produção. "Eu sentia muito fortemente que precisávamos de mulheres, e pessoas de diferentes etnias, na sala de roteiristas. Eu acho que é um fato: histórias são melhores quando contadas de todas as perspectivas", cravou.

"Eu gosto de trabalhar com pessoas que estão interessadas em mudar perspectivas para melhor. Quero colocar na tela um mundo ao qual podemos aspirar, sobre o qual podemos conversar. Quero nos ver construindo um mundo melhor para os meus filhos", completou.