PUBLICIDADE
Topo

Jennifer Lopez, Lupita Nyong'o, Adam Sandler: Os esnobados pelo Oscar 2020

Jennifer Lopez em cena do As Golpistas - Reprodução
Jennifer Lopez em cena do As Golpistas Imagem: Reprodução

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

13/01/2020 12h37

Saíram as indicações para o Oscar 2020, e se muitos têm motivos para comemorar a possibilidade de prêmios, outros esperançosos não conseguiram chegar lá. Uma série de nomes que já eram cotados como tendo grandes chances ficaram de fora da maior premiação do cinema, causando surpresa e decepção dos fãs.

Jennifer Lopez, que foi altamente elogiada por sua performance no filme As Golpistas, era um dos nomes fortes para categoria de melhor atriz coadjuvante, tendo sido indicada tanto no Globo de Ouro quanto no Critcs' Choice Awards. Quando seu nome não foi anunciado, já era possível achar comentários na linha "Jennifer Lopez foi roubada" no Twitter.

Outra atriz cuja ausência foi sentida é Lupita Nyong'o, que se destacou com seu papel no filme Nós, mas não conseguiu ficar entre as cinco indicadas a melhor atriz.

O ator Adam Sandler já era uma ausência sentida na temporada de prêmios, apesar de sua atuação aclamada em Joias Brutas, e a esperança de que talvez ele fosse lembrado no Oscar não se concretizou. Em seu Instagram, o ator ironizou: "Más notícias: Sandman não recebeu amor da Academia. Boas notícias: Sandman pode parar de usar ternos. Parabéns a todos os meus amigos que foram indicados, principalmente à Mama", escreveu.

Eddie Murphy e Christian Bale, elogiados por seus papéis em Meu Nome é Dolemite e Ford vs Ferrari. também não foram lembrados na categoria melhor ator. Entre os coadjuvantes, Robert DeNiro, de O Irlandês, também não conseguiu uma indicação

A Disney também se viu em uma situação atípica, com sua animação Frozen 2, a maior bilheteria de animação da história, tendo sido esnobada na categoria de melhor filme de animação e Beyoncé não tendo sido indicada por sua canção Spirit, da trilha sonora de O Rei Leão.

Mais uma vez, nenhuma mulher foi indicada na categoria de melhor direção, apesar de Greta Gerwig ter conquistado duas indicações por Adoráveis Mulheres, nas categorias de melhor filme e melhor roteiro adaptado.