PUBLICIDADE
Topo

Tombo de Ryan Reynolds e emoção: Como foi o 3º dia da CCXP

Iwi Onodera/UOL
Imagem: Iwi Onodera/UOL

Do UOL, em São Paulo

08/12/2019 04h00

E lá se foi o terceiro dia da CCXP 2019. E olha que foi um sábado de fortes emoções direto do pavilhão da São Paulo Expo. No dia mais agitado do evento, tivemos painéis gigantes e até um imprevisto com o nosso astro de Deadpool.

O tombão do Ryan Reynolds

Pense em um ator que praticamente é um super-herói também na vida real. Ryan Reynolds causou grande euforia na sua chegada na CCXP. Ele veio promover o filme Free Guy e um alvoroço começou entre as pessoas que queriam se aproximar do astro. Tanto que uma das grades onde a galera se apoiava não aguentou o peso e tombou. Ryan, muito ágil, conseguiu dar um salto para trás e evitou se machucar no incidente. E ainda foi fofo: desceu novamente para ver se todos estavam bem. Foi só um susto.

CCXP 2019: Fãs derrubam grade em cima de Ryan Reynolds

UOL Entretenimento

Daisy Ridley e J.J. Abrams no painel de Star Wars na CCXP - Iwi Onodera/UOL - Iwi Onodera/UOL
Daisy Ridley e J.J. Abrams no painel de Star Wars na CCXP
Imagem: Iwi Onodera/UOL

Star Wars e muita emoção

Quem esperou 24 horas na fila para assistir ao painel de Star Wars: A Ascensão Skywalker, o último de hoje na CCXP 2019, foi recompensado com um encontro cheio de emoção com o diretor JJ Abrams e os protagonistas Daisy Ridley (Rey), Oscar Isaac (Poe) e John Boyega (Finn) - e, também, com uma sequência inédita do filme, que chega aos cinemas no dia 19 de dezembro.

Os sabres de luz empunhados na plateia ao longo de quase todo o painel ilustravam bem o grau de amor dos fãs da saga cinematográfica, que aplaudiam a cada declaração dos atores e do cineasta enquanto luzes azuis e vermelhas dividiam o auditório entre os dois lados da Força.

Todos querem ele: o Baby Yoda

A equipe de reportagem do UOL deu um rolê pela CCXP para se certificar de algo que já era previsto: todo mundo só quer saber do Baby Yoda. A criaturinha saiu da série The Mandalorian, derivada do universo Star Wars, para conquistar a internet e os corações de muitos fãs — incluindo aqueles que nem têm acesso (legalizado) à série, caso dos brasileiros. E o amor pelo pequeno chegou com tudo à CCXP 2019.

Ela voltou: Vivi Fernandez ataca novamente

Vivi Fernandez, que já tinha aparecido na CCXP e chegou até a brincar com a reportagem do UOL, voltou para mais um dia de festival. A atriz das pegadinhas do SBT foi fantasiada de Mortícia Addams e posou com com toda a família Adams para fãs no stand da emissora na convenção. E ela foi além: disse que quer usar a fantasia ainda para realizar um fetiche sexual.

"Acho ela fetiche total. Ela é toda curvinha, com vestido com decotão. Aliás estou realizando todos os meus sonhos, porque não tenho unha grande, vermelha", afirma.

Dubladores de Dragon Ball enlouqueceram fãs na CCXP

"Vou te comer. Vou te comer". Com essa clássica frase do vilão Majin Boo, de Dragon Ball Z, incluindo a vozinha fina característica, Wellington Lima entrou no Auditório Ultra na CCXP 2019, divertindo os fãs, que foram à loucura no painel em comemoração aos 35 anos da franquia. Ao gritar "Morra, Freeza", o dublador do personagem Trunks, Marcelo Campos, arrancou palmas efusivas da plateia.

Em clima descontraído, os atores, acompanhados de Wendel Bezerra (Goku), Úrsula Bezerra (Goku criança), Flora Paulita (Caulifla), Tânia Gaidarji (Bulma) e Fábio Lucindo (Kuririn), relembraram suas histórias com o anime em meio a um auditório quase lotado, como se o público fosse um velho amigo.

Banheiros sem gênero da CCXP não funcionam na prática - Leonardo Rodrigues/UOL - Leonardo Rodrigues/UOL
Imagem: Leonardo Rodrigues/UOL

Não colou: banheiros sem gênero

Uma das novidades da CCXP 2019, o banheiro "sem gênero", dependência que, em tese, qualquer pessoa poderia utilizar, independentemente de sua identidade de gênero, chamou atenção nos corredores do evento, identificado por uma placa azul com letras garrafais. O problema é que, na prática, ele não funcionou desse jeito.

Apesar da sinalização, o espaço possui três divisões tradicionais, com banheiros masculino, à esquerda, feminino, à direita, e para pessoas com deficiência, ao centro. Não há diferença nas instalações em relação aos demais banheiros da São Paulo Expo e ele funcionavam da maneira tradicional: homens de um lado, mulheres de outro.

CCXP