Topo

Livros e HQs


Homenageado na Bienal, Mauricio de Sousa se manifesta "contra a censura"

Marcelo Fonseca/Folhapress
Imagem: Marcelo Fonseca/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

07/09/2019 07h26

Mauricio de Sousa, quadrinista e escritor homenageado na 19ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, se manifestou hoje (7) sobre o pedido do prefeito Marcelo Crivella para recolher, da feira, os quadrinhos "Vingadores - A Cruzada das Crianças".

O autor postou, no Instagram, uma mensagem escrita e assinada por ele: "Contra a censura, a favor da liberdade de expressão e do respeito". Mauro Sousa, filho de Maurício, que é e gay, respondeu à mensagem: "Meu pai é meu herói".

Crivella pediu o recolhimento da graphic novel da Marvel em razão de um beijo gay entre os personagens Wiccano e Hulkling. Ele alegou que a obra tem "conteúdo sexual para menores".

A Bienal do Rio homenageou Maurício de Sousa este ano pelos 60 anos de profissão do cartunista, criador da Turma da Mônica.

Rio de Janeiro, Bienal do Livro - 2019

Uma publicação compartilhada por Mauricio de Sousa (@mauricioaraujosousa) em

Livros e HQs