Topo

Geek


Falcão e Soldado Invernal pode apresentar novo time "à la Vingadores" da Marvel

Daniel Brühl como Zemo em Falcão e Soldado Invernal - Reprodução/Instagram
Daniel Brühl como Zemo em Falcão e Soldado Invernal Imagem: Reprodução/Instagram

Caio Coletti

Do UOL, em São Paulo

28/07/2019 04h00

O final de Vingadores: Ultimato, que trouxe a morte do Homem de Ferro e a "aposentadoria" de outros heróis, como Steve Rogers (o Capitão América), deixou um grande buraco no universo Marvel -- desde então, os fãs têm se perguntado: qual será o próximo grande super grupo da editora nos cinemas? Bom, a resposta para essa pergunta pode não estar nas telonas, e sim no streaming.

A série Falcão e Soldado Invernal está marcada para chegar à plataforma Disney+ no segundo semestre de 2020, e deve ser estrelada por Sam Wilson (que se tornou o novo Capitão América em Ultimato) e Bucky Barnes. No entanto, durante o painel da Marvel na San Diego Comic-Con, o vilão da série foi revelado como o Barão Zemo, que já foi vivido por Daniel Brühl no filme Capitão América: Guerra Civil.

Capa da edição #1 de Thunderbolts, de 1997 - Reprodução
Capa da edição #1 de Thunderbolts, de 1997
Imagem: Reprodução

O retorno de Zemo, especialmente em uma versão mais fiel aos quadrinhos (Brühl mostrou no Instagram uma imagem do vilão com sua clássica máscara roxa), abre espaço para o surgimento de um dos grupos mais emblemáticos da Marvel, liderado inicialmente por ele: os Thunderbolts.

Introduzidos em The Incredible Hulk #449, em 1997, os Thunderbolts surgiram enquanto o universo Marvel se recuperava da saga batizada de Onslaught, que também resultou na aparente morte dos Vingadores. Neste contexto, o grupo formado por novos heróis surgia do nada e ganhava aos poucos a confiança do público.

No entanto, na última página da primeira edição em que os Thunderbolts apareciam, descobríamos que eles eram na verdade super vilões disfarçados. Zemo, por exemplo, assumiu a identidade de Cidadão V para enganar o público. Os Thunderbolts ainda incluíam Golias (disfarçado como Atlas), Besouro (repaginado como MACH-1), Melissa Gold (que virou a Soprano), Fixer (renomeado de Techno) e Rocha Lunar (rebatizada de Meteorito).

Na liderança do grupo, Zemo planejava dominar o mundo -- mas logo os seus colegas começaram a tomar gosto pelo heroísmo, percebendo que o público os tratava muito melhor quando estavam fazendo o bem. Como resultado, após expulsão Zemo, os Thunderbolts se tornaram um grupo de super-heróis legítimo, que passou por várias encarnações com o passar das décadas.

Uma dessas encarnações, aliás, incluía entre seus membros o próprio Bucky Barnes, o Soldado Invernal. Outra conexão dos Thunderbolts com o atual universo Marvel é o General Ross (William Hurt), que até mesmo é apelidado de "Thunderbolt" pelos colegas. Nos quadrinhos, ele foi membro do grupo por um tempo, quando operava sob o codinome Hulk Vermelho.

É difícil especular exatamente qual será o grande plano de Barão Zemo na trama de Falcão e Soldado Invernal, mas o ambiente do universo cinematográfico Marvel, neste momento, certamente tem o vácuo de poder necessário para a ascensão dos Thunderbolts. Resta esperar para ver.

Quer ler mais sobre o mundo geek e conversar com outros fãs? Participe da nossa página no Facebook! Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Geek.