Topo

Oscar


Sem apresentador, audiência do Oscar aumenta 14,3% após anos de queda

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

25/02/2019 12h42

A audiência preliminar do Oscar deste ano mostrou um aumento de 14,3% em relação ao ano passado, segundo dados publicados pelo site Deadline.

A premiação desde ano também foi mais curta, com uma duração de 3h21. Pela primeira vez, desde 1989, também não contou com um show musical ou mestre de cerimônia. O número total de espectadores que assistiram a premiação ainda não foi divulgado.

A pior audiência da história do Oscar ocorreu no ano passado, quando "apenas" 25,5 milhões assistiram à cerimônia. Para se ter uma ideia, em 2014, cerca de 43,7 milhões de pessoas assistiram ao prêmio. Embora a audiência tenha crescido em relação ao ano passado, os números deverão continuar baixos, se comparados com os outros anos.

Vale lembrar que no domingo, a cerimônia disputou a atenção do público com um episódio de "Walking Dead" e o episódio final da terceira temporada de "True Detective", que tem como ator principal Mahershala Ali, ganhador do Oscar de melhor ator coadjuvante por "Green Book - O Guia". O título também levou a estatueta de melhor filme.

"Bohemian Rhapsody" foi o maior vencedor da noite, com quatro Oscars, sendo o principal de melhor ator para Rami Malek. "Roma" ganhou três estatuetas, entre elas melhor diretor e melhor filme estrangeiro. "Pantera Negra" também saiu com três prêmios.

Outro destaque da noite foi Lady Gaga ganhando o Oscar de melhor canção original por "Shallow", de "Nasce Uma Estrela", depois de uma apresentação emocionante da música ao lado de Bradley Cooper.

Oscar