Topo

Oscar


Alfonso Cuarón ganha seu segundo Oscar de melhor diretor

Alfonso Cuarón beija Yalitza Aparicio ao ser anunciado no Oscar - REUTERS/Mike Blake
Alfonso Cuarón beija Yalitza Aparicio ao ser anunciado no Oscar Imagem: REUTERS/Mike Blake

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

25/02/2019 01h08

Alfonso Cuarón foi eleito o melhor diretor no Oscar 2019. O mexicano levou o prêmio, seu segundo na categoria, por "Roma", como já era esperado após suas vitórias no Sindicato dos Diretores, no Bafta e no Globo de Ouro. O Oscar de melhor filme ficou com "Green Book: O Guia".

O cineasta, que já havia ganhado as estatuetas de melhor fotografia e melhor filme estrangeiro, recebeu o prêmio das mãos de Guillermo Del Toro, seu amigo e vencedor do troféu no ano passado por "A Forma da Água".

Também concorriam na categoria  Spike Lee ("Infiltrado na Klan"), Pawel Pawlikowski ("Cold War - Guerra Fria"), Yorgos Lanthimos ("A Favorita") e Adam McKay ("Vice").

O primeiro Oscar de Cuarón como diretor veio em 2014, por "Gravidade".

Os melhores momentos do Oscar 2019

UOL Entretenimento

"Roma", o projeto mais pessoal do diretor, acompanha a rotina de Cleo (Yalitza Aparicio), empregada de uma família de classe média-alta da Cidade do México.

Em um discurso poderoso, ele agradeceu à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood por premiar um filme sobre uma trabalhadora doméstica de origens indígenas.

"Eu quero agradecer à Academia por reconhecer um filme centrado em uma mulher indígena, uma das 70 milhões de trabalhadoras domésticas sem direitos, uma personagem que historicamente foi relegada a segundo plano no cinema. Como artistas, nosso trabalho é olhar para onde os outros não olham. Essa responsabilidade se torna muito mais importante em momentos em que somos encorajados a olhar para o outro lado".

Oscar