Topo

Filmes e séries


Com "Roma", Alfonso Cuarón conquista o DGA e consolida caminho para o Oscar

EFE
Alfonso Cuarón, diretor de "Roma" Imagem: EFE

2019-02-03T08:44:00

03/02/2019 08h44

O cineasta mexicano Alfonso Cuarón conquistou, neste sábado (2), o prêmio entregue pelo sindicato de diretores dos Estados Unidos por "Roma", consolidando sua trajetória rumo ao Oscar.

"Guillermo, obrigado cara!", comemorou Cuarón, abraçando seu compatriota Guillermo del Toro, que ganhou o prêmio no ano passado por "A Forma da Água" e que lhe entregou a honraria.

Cuarón disse que receber o prêmio das mãos de Del Toro era um "milagre da vida" e tornava a ocasião ainda "mais especial".

"Roma" é um projeto muito pessoal de Cuarón. Filmado em preto e branco, acompanha a história de duas mulheres que marcaram sua infância: a empregada doméstica, de origem indígena, e a dona de casa, sua mãe, que está prestes a ser abandonada pelo marido por outro amor.

Del Toro declarou à AFP que este filme, indicado em 10 categorias da Academia, incluindo a de melhor direção, era "absolutamente soberbo, perfeito e muito complicado".

Cuarón, que voltou ao palco cinco anos após receber o prêmio por "Gravidade", em 2014, agradeceu Yalitza Aparicio Marina de Tavira, a protagonista da história, e o resto do elenco e equipe de produção.

"Obrigado a Libo [sua babá que inspirou a personagem de Aparicio], minha mãe e meu país, o verdadeiro arquiteto de 'Roma'", disse o diretor.

Em um discurso prévio, ao ser nomeado, Cuarón destacou as "mais de 70 milhões de empregadas domésticas no mundo, e esse número não inclui crianças".

"'Roma' conta a história de uma delas", destacou.

 "Não vou parar!"

O aclamado diretor, que destacou os avanços na questão da diversidade na indústria do cinema, superou o veterano Spike Lee ("Infiltrado na Klan"), Adam McKay ("Vice"), Peter Farrelly ("Green Book: O Guia") e Bradley Cooper ("Nasce uma Estrela").

"Roma" é o segundo filme de língua não inglesa premiado pelo DGA depois de "O Tigre e o Dragão" em 2000, do americano-taiwanês Ang Lee.

O DGA é um dos melhores indicadores do que vai acontecer nessa categoria no prêmio de Hollywood, a ser entregue no dia 24 de fevereiro.

Dos últimos 15 vencedores do sindicato, 14 levaram o Oscar, incluindo o próprio Cuarón em 2014.

Bo Burnham ("Eighth Grade") ganhou o prêmio de melhor diretor estreante, superando os prognósticos que apontavam Bradley Cooper.

"Amo muito fazer isso e digo a vocês... Eu não vou parar!", declarou Cooper ao saber de sua indicação.