Topo

Filmes e séries


Produtor de "Green Book" cita Weinstein e diz que corrida do Oscar ficou suja

Viggo Mortensen e Mahershala Ali em cena de "Green Book - O Guia" - Reprodução
Viggo Mortensen e Mahershala Ali em cena de "Green Book - O Guia" Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

15/02/2019 14h01

O produtor Jim Burke sente falta da época em que as pessoas "agiam como damas e cavalheiros" na corrida para o Oscar. O veterano executivo hollywoodiano fez parte da campanha de "Green Book: O Guia", e disse para o "The Hollywood Reporter" que "o jogo ficou sujo" nos últimos anos.

"Minha filha me disse: 'Pai, você pode perder para um filme preto e branco de novo'", brincou Burke, se referindo a "Roma". Em 2012, ele fez campanha para o filme "Os Descendentes", e acabou perdendo a estatueta de melhor filme para "O Artista".

"O pessoal do Twitter é muito influente agora", reclamou ainda. "Eu não sei como ficou assim, mas ficou. Há truques sujos agora. 'Os Descendentes' foi uma campanha dura, mas as pessoas agiam como damas e cavalheiros. Até Harvey [Weinstein] -- ou pelo menos ele não era óbvio sobre o que ele fazia".

"Green Book: O Guia" se envolveu em várias polêmicas durante a campanha para o Oscar. Ainda em novembro, o astro  Viggo Mortensen usou um insulto racista durante uma entrevista; já em janeiro, uma matéria sobre o diretor Peter Farrelly em que ele admitia ter "mostrado o pênis" para Cameron Diaz no set de "Quem Vai Ficar com Mary?" ressurgiu nas redes sociais.

Para piorar a situação, "Green Book" foi acusado pela família do pianista Don Shirley, interpretado por Mahershala Ali na trama, de distorções históricas. O longa foi coproduzido e escrito por Nick Vallelonga, parente do outro biografado do filme, Tony Lip (Mortensen).

Na trama de "Green Book", Tony é contratado por Shirley para dirigir o seu carro durante uma turnê do pianista pelo sul dos EUA, onde atitudes e práticas racistas eram mais pronunciadas na década de 1960.

No fim das contas, o filme foi indicado a cinco Oscar, incluindo melhor ator (Mortensen), melhor ator coadjuvante (Ali) e melhor filme. A premiação acontece no próximo dia 24 de fevereiro.

Filmes e séries