PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

O que fazer na quarentena? Fagundes, Rita Lobo e Carol Moreira te ajudam

Rita Lobo, Antônio Fagundes e Carol Moreira - Fotomontagem/Editora Panelinha/Reprodução/Instagram
Rita Lobo, Antônio Fagundes e Carol Moreira Imagem: Fotomontagem/Editora Panelinha/Reprodução/Instagram

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

20/03/2020 04h00

Com a pandemia do novo coronavírus, o covid-19, os brasileiros, assim como em outros países, estão tendo de lidar com a "quarentena" — período extremamente recomendado para ficar em casa e assim evitar que o sistema de saúde seja sobrecarregado pelo surto do vírus como ocorreu na China e na Itália. Mesmo com o isolamento social e a mudança na rotina, é possível encontrar maneiras criativas de atenuar este momento difícil de sacrifícios, porém necessário.

O que comer? Como se entreter? Será que dá para aliviar os efeitos do sedentarismo? Com a ajuda de personalidades influentes, cada uma em seu ramo de atuação, a reportagem do UOL preparou uma espécie de manual de como enfrentar este momento de maior reclusão da melhor forma possível.

Convidamos o ator Antônio Fagundes (literatura), a chef Rita Lobo (alimentação), a youtuber Carol Moreira (séries) e o personal trainer Bruno d'Orleans (saúde) para compartilharem com você, leitor do UOL, algumas dicas que com certeza farão a diferença em seu dia a dia, seja durante a quarentena ou mesmo depois de superado este momento mais complicado.

Hábito da leitura com Antônio Fagundes

Fagundes - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram
O ator da Globo, que na novela "Bom Sucesso" interpretava o dono de uma editora, aderiu ao Instagram e passou a compartilhar títulos de livros com seus seguidores. Sem a pretensão de bancar o guru da literatura ("é preciso conhecer a pessoa para indicar uma obra"), ele afirma que agora, durante a quarentena, terá mais tempo para agilizar as próprias leituras, uma boa dica para você se organizar ou mesmo tirar da estante aquele livro empoeirado.

"Sempre tenho uma série de listas de livros que gostaria de ler e essas filas às vezes são interrompidas pelo trabalho. Agora estou retomando e é bom porque posso me deter em determinado assunto. Estou ligado na história do Brasil e voltado para aquela ideia do povo que não conhece a própria história está condenado a repeti-la", afirma. "Laurentino Gomes tem uma série muito interessante sobre a história do Brasil, começando com '1808' sobre a vinda do D. João 6º para o Brasil, depois '1822' sobre a independência e império. E já tem o primeiro volume de três que ele vai escrever sobre a escravidão. É um estudo bem abrangente. Eduardo Bueno escreve sobre a história do Brasil, com livros divertidos. Acabei de ler um do Pedro Doria que se chama '1565' sobre a história da fundação do Rio de Janeiro. Ele fala da nossa colonização com casos divertidos e cita porque aquela rua se chama daquele jeito e porque aquele bairro tem aquele nome. É gostoso de ler", exemplifica.

Quando falamos de livro de histórias as pessoas geralmente se arrepiam, 'ai, meu Deus, é muita data, muito nome'. Mas esses autores que eu citei são muito interessantes e leves, e foge daquela coisa acadêmica

Outra recomendação de Fagundes é não se deixar escravizar pelas redes sociais, algo que ele mesmo vem aprendendo: "O momento também de perceber o outro. Já que somos obrigados a ficar em casa, vamos olhar nos olhos. É algo que vínhamos parando de fazer até por conta da internet. Eu e Alexandra estamos conversando muito".

"Eu mesmo fiz um Instagram e percebi que se me deixar falar não faço outra coisa na minha vida. Tenho usado, mas com moderação e durante um período do meu dia. Não fico o tempo todo ligado naquilo. Não tenho 1 milhão de pessoas que eu siga porque quanto mais pessoas eu seguir menos tempo vou ter para mim mesmo e atender aqueles que realmente estou seguindo. Um pouco de bom senso pode ajuda a gente nesse entendimento", diz o ator.

Alimentação com Rita Lobo

Rita Lobo - Divulgação/ed. Panelinha - Divulgação/ed. Panelinha
Imagem: Divulgação/ed. Panelinha

Rita Lobo descobriu como pode se aproximar das pessoas de casa com seu vasto conhecimento sobre culinária. A criadora do Panelinha e no ar no GNT com o programa "Cozinha Prática" vem realizando lives no Instagram, direto da cozinha de sua casa, dando dicas de receitas simples que até um leigo pode se aventurar a fazer.

Para quem mora no Brasil, não existe dieta melhor do que a brasileira: ela combina de forma balanceada quatro grupos de alimentos abundantes no país. De um lado do prato vai o arroz e o feijão - e para quem come, um pedaço de carne, que pode ser vermelha, branca. Do outro lado, as hortaliças, que são legumes e verduras

Para quem está trabalhando de casa, Rita tem um conselho: "O feijão pode ser feito uma vez por semana, porcionado e congelado. O arroz dura três dias na geladeira. As hortaliças podem ser preparadas na hora. Até agora, nas lives, as preparações foram: cenoura assada com especiarias, salada de salsão com pera, repolho agridoce com maçã e abobrinha grelhada com molho de azeitonas. Também teve chips de couve e abóbora assada com ervas".

Estas e outras receitas de Rita Lobo podem ser encontradas, além das lives no Instagram, no site Panelinha.

5 séries imperdíveis com Carol Moreira

Carol Moreira - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

A pedido do UOL, a youtuber Carol Moreira, que é formada em cinema, separou cinco produções de diferentes serviços de streamings para você maratonar na quarentena. Aí vão elas:

"Hunters" - Amazon Prime Video
Boas cenas de ação e diálogos incríveis. Al Pacino e Logan Herman com elenco incrível caçando nazistas.

"100 Humanos" - Netflix
Vários experimentos sociais com 100 pessoas usadas de amostra. Eles fazem testes pra confirmar questões de gênero, idade, felicidade e muito mais. Parecia chato na teoria, mas é muito engraçado e você fica tentando adivinhar o resultado do experimento.

"Jovem Sheldon" ('Young Sheldon') - Globoplay
Mesmo quem nunca viu "The Big Bang Theory" vai curtir esse spin-off da série. Iain Armitage é um ótimo ator mirim e a série mostra o hilário dia a dia dele tentando navegar na escola, fazer amigos (ou não) e lidar com sua família. Série de comédia rapidinha para passar o tempo.

Cena da série 'Young Sheldon', uma das dicas de série de Carol Moreira para a quarentena - Divulgação - Divulgação
Cena da série 'Young Sheldon', uma das dicas de série de Carol Moreira para a quarentena
Imagem: Divulgação

"The Morning Show" - Apple TV+
A série com Reese Whitherspoon e Jennifer Aniston é uma representação do que vem acontecendo com o movimento #MeToo. Se passa em um jornal de TV e vamos vendo os bastidores não só da emissora, como de uma acusação de assédio.

"Westworld" - HBO GO
Se você ainda não acompanha a história dos robôs androides de um parque de diversões, chegou a hora de maratonar. A série conta com Anthony Hopkins, Evan Rachel Wood, Thandie Newton, Ed Harris, entre outros. A cada temporada o enredo vai ficando mais denso.

Academia em casa com Bruno d'Orleans

Bruno d'Orleans é peronal de famosas como Bruna Marquezine e Fernanda Souza - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Bruno d'Orleans é peronal de famosas como Bruna Marquezine e Fernanda Souza
Imagem: Arquivo pessoal

Estar em casa não é desculpa para não praticar atividades físicas. Personal trainer de famosos como Bruna Marquezine, Fernanda Souza, Marcos Mion e Anitta, Bruno d'Orleans, transformou seu Instagram em uma academia online. Em lives de segunda à sexta, sempre às 21h, ele ensina formas criativas para você não cair no tédio e a vencer o sedentarismo, que pode fazer muito mal à saúde. Ele acredita que os familiares podem estimular um ao outro, o que ajuda até mesmo nas próprias relações. Ele realiza os treinos na sala de sua casa.

"São treinos funcionais que você faria numa academia. Adapto para o que as pessoas têm em casa. A gente faz exercícios com o peso do corpo ou com objetos comuns, como o sofá que pode ser um banco para subir e descer, a cadeira da mesa de jantar para exercício de braço ou até abdominal usando o peso do filho como sobrecarga. Exercícios para bíceps com saco de arroz. E podemos fazer sem equipamento agachamento, abdominal, flexão de braço. Temos uma academia em casa", incentiva.

Os exercícios são realizados em 20 minutos, além do aquecimento, e podem ser realizados por diferentes públicos. "Monto um treino com exercícios para abdômen, membro inferior, membro inferior e o sistema cardiorrespiratório. O aluno pode ser iniciante, intermediário e avançado. O que vai determinar a diferenciação entre esses três perfis é a intensidade do treino, com menos repetições para quem é iniciante, por exemplo", explica o personal.

Entretenimento