PUBLICIDADE
Topo

Festival de Berlim terá filme brasileiro e estreia de Dois Irmãos, da Pixar

04.02.2018 - O diretor brasileiro Marco Dutra no Festival de Gerardmer - Getty Images
04.02.2018 - O diretor brasileiro Marco Dutra no Festival de Gerardmer Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

29/01/2020 08h20Atualizada em 29/01/2020 09h36

Resumo da notícia

  • O brasileiro Todos os Mortos será exibido na competição principal do Festival de Berlim 2020
  • Filme de Marco Dutra e Caetano Gotardo concorrerá ao cobiçado Urso de Ouro
  • Outro destaque da seleção é Dois Irmãos, nova animação da Pixar
  • Festival de Berlim ocorre entre 20 de fevereiro e 1º de março

O Festival de Berlim 2020 anunciou hoje a lista de filmes selecionados para a competição principal, e mais alguns longas que completarão as sessões especiais do evento. O festival deste ano acontece entre os dias 20 de fevereiro e 1º de março.

Todos os Mortos, coprodução entre Brasil e França, é um dos destaques da competição pelos cobiçados prêmios Urso de Ouro e Urso de Prata. O filme é dirigido por Marco Dutra (As Boas Maneiras) e Caetano Gotardo (Seus Ossos e Seus Olhos).

Todos os Mortos se passa no Brasil da virada do século 19 para o século 20, e foca em um núcleo familiar composto por três mulheres, a mãe e duas filhas. Quando a antiga criada da família morrre e a mãe fica muito doente, a irmã mais velha precisa trabalhar e deixa a mais nova cuidando dela.

A jovem, chamada Ana, logo se vê obcecada pelo passado escravocrata da família. Mergulhadas em tragédia, as três mulheres não conseguem acompanhar a São Paulo em plena modernização ao seu redor.

O Brasil já venceu o Urso de Ouro duas vezes: em 1998, com Central do Brasil; e em 2008, com Tropa de Elite.

Pixar e mais

Além do Brasil, a seleção do Festival de Berlim traz a estreia mundial de Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica, nova animação da Pixar, dirigida por Dan Scanlon (Universidade Monstros). O filme será exibido fora de competição no evento.

Na trama, uma dupla de irmãos trolls (com vozes de Tom Holland e Chris Pratt) embarcam em uma busca esperançosa pelo resto de magia que ainda existe em seu mundo, que é muito semelhante ao nosso, mas povoado por criaturas fantásticas.

Na competição pelo Urso de Ouro, destaque também para a presença proeminente de diretoras, com nomes como Kelly Reichardt (com First Cow), Eliza Hittman (com Never Rarely Sometimes Always) e Sally Potter (com The Roads Not Taken).

O diretor Abel Ferrara, que traz o seu novo Siberia, com Willem Dafoe no papel principal, é o principal veterano da seleção. Vale lembrar que outros três filmes brasileiros foram selecionados para o Festival de Berlim 2020 em mostras paralelas.

Lista completa da disputa pelo Urso de Ouro

  • Berlin Alexanderplatz, de Burhan Qurbani
    Alemanha / Países Baixos
  • DAU. Natasha, de Ilya Khrzhanovskiy, Jekaterina Oertel
    Alemanha
  • Domangchin yeoja (The Woman Who Ran), de Hong Sangsoo
    Coreia do Sul
  • Effacer l'historique (Delete History), de Benoît Delépine, Gustave Kervern
    França/Bélgica
  • El prófugo (The Intruder), de Natalia Meta
    Argentina / Mexico
  • Favolacce (Bad Tales), de Damiano & Fabio D''Innocenzo
    Itália/Suíça
  • First Cow, de Kelly Reichardt
    Estados Unidos
  • Irradiés (Irradiated), de Rithy Panh
    França / Camboja
  • Le sel des larmes (The Salt of Tears), de Philippe Garrel
    França/ Suíça
  • Never Rarely Sometimes Always, de Eliza Hittman
    Estados Unidos
  • Rizi (Days), de Tsai Ming-Liang
    Taiwan
  • The Roads Not Taken, de Sally Potter
    Reino Unido
  • Schwesterlein (My Little Sister), de Stéphanie Chuat, Véronique Reymond
    Suíça
  • Sheytan vojud nadarad (There Is No Evil), de Mohammad Rasoulof
    Alemanha/República Checa/Irã
  • Siberia, de Abel Ferrara
    Itália/Alemanha/México
  • Todos os mortos (All the Dead Ones), de Caetano Gotardo, Marco Dutra
    Brasil/França
  • Undine, de Christian Petzold
    Alemanha/França
  • Volevo nascondermi (Hidden Away), de Giorgio Diritti
    Itália