Topo

Filmes e séries

Críticos homens subestimam trabalho de mulheres diretoras, diz estudo

Getty Images
Greta Gerwig foi a quinta mulher a ser indicada ao Oscar de melhor direção Imagem: Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

17/07/2018 09h36

Um estudo lançado nesta terça-feira (17) pelo centro de cinema e TV da Universidade de San Diego, nos Estados Unidos, concluiu que críticos homens são menos generosos com os trabalhos de diretoras mulheres que suas colegas do gênero feminino. Segundo o levantamento liderado pela Dra. Martha Lauzan, os críticos homens são maioria no mercado de trabalho americano, representando até 68% dos profissionais em atividade na área.

Compreendendo 4.111 textps de grandes lançamentos de 2018, o estudo descobriu que esses profissionais masculinos normalmente não citavam o nome da diretora do filme quando ela era uma mulher. Apenas 38% das análises positivas escritas por homens sobre filmes dirigidos por mulheres citaram as cineastas em questão, um número que subia para 52% quando a crítica do mesmo filme era assinada por mulheres.

"Algo tão simples como citar o nome da diretora, e dizer que ela fez um bom trabalho, ou mesmo olhar para a carreira dela e dizer que ela é uma 'mestre' de sua arte, pode mudar a narrativa sobre mulheres em posições do poder no cinema", diz a Dra. Lauzen ao "The Hollywood Reporter". "Esse desequilíbrio de gênero dentro das críticas de cinema importa, porque ele impacta a visibilidade de filmes criados e protagonizados por mulheres".

O estudo também demonstrou que alguns veículos estão preferindo enviar jornalistas mulheres para cobrir filmes estrelados por mulheres ou dirigidos por elas. 51% dos textos escritos por mulheres no levantamento tinham protagonistas femininas, enquanto apenas 37% dos textos escritos por homens tinham a mesma característica. 25% dos filmes resenhados por mulheres tinham uma diretora no comando, enquanto apenas 10% dos filmes resenhados por homens se encaixavam na mesma categoria.

No campo da etnia, críticos caucasianos ainda dominam o mercado, em ambos os gêneros. 83% das mulheres trabalhando nessa área de crítica de cinema são brancas, enquanto 82% dos homens se identificam com essa mesma etnia.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!