PUBLICIDADE
Topo

Bafta promete mudanças após críticas por só indicar atores brancos

Bafta - Divulgação
Bafta Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

09/01/2020 09h59

Resumo da notícia

  • A organização do Bafta prometeu "uma revisão dos procedimentos de votação"
  • Premiação britânica foi criticada por indicar apenas atores brancos em 2020
  • "Nós estamos abertos para mudanças", comentou chefe do comitê cinematográfico

A organização do Bafta Film Awards, a principal premiação da indústria cinematográfica britânica, prometeu mudanças no processo de votação após enfrentar críticas pelas indicações da edição de 2020. O Bafta foi acusado de racismo após indicar apenas atores brancos para a premiação.

Marc Samuelson, presidente do comitê cinematográfico do Bafta, disse à Variety que a organização vai "fazer uma revisão de todos os procedimentos de votação" para implementar mudanças antes da edição de 2021.

De forma semelhante ao Oscar, o Bafta atualmente passa por duas rodadas de votações: na primeira, todos os 6.500 membros da organização escolhem favoritos em categorias gerais (como melhor ator e melhor atriz), enquanto categorias técnicas são votadas por comitês de especialistas.

Depois, uma vez anunciados os indicados, as votações para os vencedores de todas as categorias são abertas a todos os membros do Bafta. Os premiados de 2020 serão anunciados em cerimônia no dia 2 de fevereiro, em Londres (Reino Unido).

"Nós estamos abertos para mudanças, e a organização deixou clara a sua posição sobre as indicações deste ano: elas não foram satisfatórias. A mudança é necessária, mas é preciso que ela seja implementada de forma cuidadosa e bem pensada", disse Samuelson.

Após as críticas pelas indicações, a primeira resposta do Bafta foi culpar a indústria pela falta de artistas negros, asiáticos e de outras etnias nos filmes de destaque do ano. Coringa, filme sobre o vilão do Batman estrelado por Joaquin Phoenix, foi o recordista de indicações em 2020.

Em 2019, o Bafta passou por uma revisão semelhante de seus processos. Na época, o comitê da premiação foi criticado por donos de cinemas no Reino Unido por indicar muitas produções da Netflix, que não passam muito tempo nas salas tradicionais.

Filmes e séries