PUBLICIDADE
Topo

Bafta culpa indústria por ter apenas atores brancos indicados a prêmios

Divulgação
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

07/01/2020 08h44

Representantes do Bafta, principal premiação do cinema britânico, se mostraram decepcionados com a presença apenas de atores brancos nas indicações para 2020, anunciadas hoje em Londres. Porém, a situação é vista pela academia britânica como um reflexo de problemas na indústria cinematográfica.

"Gostaríamos que houvesse mais diversidade nas indicações, mas isso continua sendo um problema em toda a indústria", disse a diretora de premiação do Bafta, Emma Baehr, em entrevista à revista Variety.

"Gostaríamos de ver indicações mais diversas e trabalharemos para impulsionar mais o setor. Mas isso não deve desmerecer aqueles que foram indicados este ano", completou.

Já o presidente do comitê de cinema do Bafta, Marc Varuelson, disse ser "irritante a falta de diversidade nos indicados por atuações".

"É uma frustração que o setor não esteja se movendo tão rápido quanto certamente toda a equipe do Bafta gostaria", completou, em declaração à revista Variety.

A falta de diversidade nas indicações fez com que a hashtag #BaftasSoWhite (Bafta tão branco) aparecesse entre as mais usadas na manhã de hoje no Twitter. A hashtag faz referência ao movimento #OscarsSoWhite, que começou em 2016 pelos mesmos motivos e provocou uma série de mudanças entre o quadro de votantes da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

O Bafta enfrentou críticas semelhantes em 2017 e, no ano passado, prometeu agir para conseguir mudanças profundas. Pelo visto, não foi o caso.