PUBLICIDADE
Topo

CCXP


CCXP: Henry Cavill vem ao Brasil de surpresa para divulgar The Witcher

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

08/12/2019 12h27

Sim, ele está entre nós! Henry Cavill surgiu de surpresa na CCXP 2019 para divulgar sua nova série, The Witcher, que estreia na Netflix em 20 de dezembro. O nome do ator não estava anunciado entre as atrações do painel da Netflix, que também trouxe o elenco de La Casa de Papel e Ryan Reynolds (que passou um perrengue ontem no evento...) para divulgar o filme Esquadrão 6.

O público que lota o principal auditório da São Paulo Expo, claro, ficou enlouquecido. A série é uma das mais aguardadas do ano e traz Cavill como Geralt de Rívia, protagonista de uma popular série de livros e games.

"Tem um nível técnico da luta que nós raramente vemos na televisão", contou Cavill, cujas lutas na série foram mais elogiadas que as de Game of Thrones. "Conheci o Wolfgang (preparador físico) em Missão Impossível - Efeito Fallout e foi incrível poder trabalhar com ele de novo em The Witcher", declarou Henry, que não usou dublês em nenhuma cena de luta, como fez questão de destacar a criadora da série, Laurel Schmidt, que também participou do painel.

Tem um nível técnico da luta que nós raramente vemos na televisão

"O poder dele é basicamente mágica, mas ele vai além dos bruxos. O Geralt se esforça para ajudar as pessoas", reforçou o ator sobre seu novo personagem. O público de mais de 3.000 pessoas que lotou o Auditório Cinemark teve ainda a oportunidade de assistir a três cenas da série e também ao trailer final da série em primeira mão.

Como é ser o principal cosplayer do Coringa na CCXP

UOL Entretenimento

E em tempos de polarização, o ator usou os ensinamentos tirados de The Witcher para passar uma mensagem. "O que penso sobre The Witcher, tanto os livros, como o videogame e a série, é que é uma história sobre respeitar as pessoas, independentemente de onde elas são. É muito mais fácil sentir coisas ruins porque discordamos dos outros, mas é importante respeitar as diferenças e amar uns aos outros por mais que sejamos diferentes."

CCXP