PUBLICIDADE
Topo

Robert De Niro é acusado de discriminação de gênero por ex-funcionária

De Niro - Dado Ruvic/Reuters
De Niro Imagem: Dado Ruvic/Reuters

Do UOL, em São Paulo

03/10/2019 14h11

O ator ganhador do Oscar Robert de Niro está sendo acusado de discriminação de gênero e de criar um ambiente de trabalho abusivo por uma mulher, que o processa em US$ 12 milhões (quase R$ 50 milhões). Ex-funcionária do ator, Graham Chase Robinson afirma que De Niro usava linguagem sexista, chegando a chamar pessoas que trabalhavam para ele de "vacas" e "putas", além de se referir a ela como "esposa do escritório".

As informações são da Variety. "Robert de Niro é alguém agarrado a uma noção de moral do passado. Ele não aceita a ideia de que homens devem tratar as mulheres como iguais. Ele não se importa que discriminação de gênero seja uma violação da lei. Robinson é uma vítima dessa atitude" diz o processo.

A empresa de De Niro também já processou a ex-funcionária, em US$ 6 milhões. Ela é acusada de desviar dinheiro da companhia e maratonar séries no horário de trabalho.

Este processo contra ela já havia se tornado manchete, em tom de piada. Ela é acusada de assistir, num período de 4 dias, a 55 episódios de Friends.

A polêmica vem na mesma semana em que estreia Coringa, filme estrelado por Joaquin Phoenix e no qual o vencedor do Oscar faz parte. Ele também chega às salas este mês no longa sobre gângsters O Irlandês, da Netflix, cotado para o Oscar.

O processo

No processo contra De Niro, Robinson diz que recebia salários inferiores ao de colegas e recebia tarefas ligadas a tarefas domésticas por ser mulher. O ator é acusado de fazer piadas com Robinson sobre suas prescrições de Viagra, de pedir para ela imaginá-lo no banheiro e de sugerir que ela poderia ficar grávida usando esperam de um colega de trabalho, casado.

Robinson diz que pediu demissão em abril e avisou que processaria o astro do cinema. "Antes de ser processado, De Niro retaliou", acusa a defesa.

Ela se defende dizendo que as acusações de De Niro a colocam falsamente como uma ladra, preguiçosa e indecente, e que elas feriram sua carreira.

Robert De Niro não se pronunciou sobre as acusações até aqui.