Topo

Shallow now: Luan achou refrão brega e diz que sugeriu "juntos até o final"

Luan Santana no lançamento de seu DVD Viva, em São Paulo - Clayton Felizardo/Brazil News
Luan Santana no lançamento de seu DVD Viva, em São Paulo Imagem: Clayton Felizardo/Brazil News

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

23/08/2019 12h55

Três meses depois do lançamento de Juntos, parceria de Paula Fernandes e Luan Santana, o controverso trecho em inglês da canção continua rendendo. O cantor, que lançou ontem o seu DVD Viva, não escapou das perguntas sobre a música, que inclusive entrou recentemente na trilha sonora de Bom Sucesso, novela das sete da Globo.

Luan não se ofendeu com os comentários na internet, pelo contrário. "Os comentários foram até saudáveis", disse em entrevista ao UOL. O que não agradou o parceiro de Paula Fernandes foi mesmo o trecho que virou meme.

"Cheguei a falar pra ela quando recebi: 'Paula, esse 'shallow now' está soando um pouco diferente, meio ruim. Me soou meio brega assim, sei lá. Soou ruim, não entrou no meu ouvido. Aí falei: vamos trocar essa partezinha", relembrou.

"A música estava tão linda. Não achei que valia a pena sacrificar por causa do final, de uma frase. Dava pra trocar, tinha um monte de coisa que dava pra por". Para Luan, "juntos até o final" teria sido a melhor solução para substituir "shallow now".

Paula Fernandes e Luan Santana gravaram Juntos, versão brasileira de Shallow - Divulgação
Paula Fernandes e Luan Santana gravaram Juntos, versão brasileira de Shallow
Imagem: Divulgação

Paula Fernandes não quis mudar Juntos, pois a versão com o "shallow now" já estava aprovada por Lady Gaga. Uma segunda aprovação da compositora da canção original poderia atrasar o lançamento da música.

Por não ter participado da adaptação da letra para o português, Luan Santana gravou a voz dele em estúdio e acatou a decisão da parceira.

"É uma questão de fonética, de como soava. Eu senti isso quando recebi a música da Paula, é composição dela. Mas quando a composição é de outra pessoa a gente fica meio assim de dar pitaco."

Balanço positivo

Apesar de não ter gostado tanto do trecho, Luan considerou sua história com Paula Fernandes, confiou na amiga, e gravou. "Coloquei a voz na parceria, na amizade. Pensando na nossa história, a gente já se conhece há muito tempo. E aí acabou que o que eu pressentia aconteceu. Não entrou muito no ouvido de algumas pessoas."

A repercussão incluiu a ausência dele no DVD ao vivo de Paula Fernandes para cantar Juntos, ainda assim Luan vê um balanço positivo da parceria.

"A mensagem da música é de amor. E enquanto a gente estiver falando sobre coisas boas, não denegrindo a imagem de ninguém, não prejudicando ninguém, é válido." Para ele, a entrada de Juntos na trilha sonora de uma novela da Globo também é outro bom sinal de que a parceria deu certo.

"A música por si só, uma versão daquela música que é um sucesso mundial, já seria um barulho imenso. Podia fazer uma letra super simples, que a música já é incrível. Todo mundo conhece a música original. Então já seria um grande sucesso, como foi um grande sucesso. Entrou na novela."

Trilha de novela

Falando das novidades de seu DVD, que traz 12 faixas inéditas, Luan Santana aposta em duas canções de Viva que têm potencial para também entrar em futuras trilhas sonoras.

"Tem uma que se chama Flores, Amor e Pudim, que é muito linda. Tem outra que se chama Você Vai Perder Essa Mulher. São as músicas mais românticas [do DVD Viva]. Combinam mais com novela."

O disco Viva está disponível nos serviços de streaming musical. Já o DVD completo entrou hoje com exclusividade no GloboPlay, plataforma da Globo.

No YouTube, Luan Santana ainda liberou três vídeos de Viva para seus fãs: Meu Investimento, Sofrendo Feito Um Louco e Choque Térmico, além de Quando a Bad Bater, que já estava disponível como single desde junho.

Sertanejo