Topo

Homem de 62 anos morre em show do Slipknot após entrar em roda de bate-cabeça

A banda Slipknot após show em Iowa - Reprodução/Instagram
A banda Slipknot após show em Iowa Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

15/08/2019 10h55

Um homem de 62 anos morreu durante um show do Slipknot no último domingo, em Tinley Park, nos Estados Unidos. Ele acompanhava a banda de metal, entrou em uma roda de bate-cabeça (também conhecida no mundo do rock como pogo) e passou mal após sofrer uma queda.

De acordo com o site local Patch, o homem era da cidade de Zion, do mesmo estado, Illinois, e uma autópsia ainda vai determinar a causa da morte, segundo informou o instituto médico legal da região.

Segundo testemunhas, Richard Valadez curtia o show do grupo normalmente e chegou a entrar em rodas de bate-cabeça, comuns neste tipo de show. Ele teria sido derrubado uma vez.

"Basicamente estavam todos pulando na roda e curtindo, amigavelmente se empurrando", disse Anthony Mackey, uma das testemunhas.

Segundo ele, no meio do show Valadez foi atingido com força caiu no gramado e teve um colapso. As pessoas em volta pediram socorro, mas os socorristas demoraram cerca de 15 minutos para agir. Foram realizados os procedimentos de emergência por pessoas do público e da organização, mas o homem não resistiu.

"A organização do local estragou tudo. Sem comunicação e despreparados", criticou Anthony Mackey. A organização do Hollywood Casino Amphitheatre ainda não se pronunciou sobre o caso.

O Slipknot não comentou o caso. A banda lançou na última sexta-feira seu sexto álbum de estúdio, We Are Not Your Kind, e já entrou em turnê para promovê-lo.

O grupo abriu o show em Tinley Park com a música People = Shit, do álbum Iowa, e também estreou ao vivo a nova faixa Solway Firth:

Mais Rock