Topo

Filmes e séries


Exagerada, fascinante, atraente: o que os gringos estão achando de Sintonia

Christian Malheiros, Bruna Mascarenhas e Jottapê, o trio protagonista de Sintonia, da Netflix - Rafael Morse/Netflix
Christian Malheiros, Bruna Mascarenhas e Jottapê, o trio protagonista de Sintonia, da Netflix Imagem: Rafael Morse/Netflix

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

12/08/2019 15h40

Sintonia, série que estreou na Netflix na sexta-feira, começa a ganhar as primeiras críticas de fora do Brasil. Se para parte dos brasileiros a realidade da periferia mostrada por Kondzilla já está bem distante da realidade, para os gringos o abismo aumenta consideravelmente.

É o que faz questão de destacar, por exemplo, Ruben Shaw, do canal The Ruby Tuesday. Ao dar uma nota C para a série brasileira, mesmo tendo vários elogios à Sintonia, ele diz que aquela é apenas "a opinião de um cara branco do Reino Unido que não vive essa realidade."

Já o The Review Geek mostra o pouco conhecimento sobre a musicalidade abordada na série ao classificar o funk ostentação de MC Doni como hip-hop. A estética colorida demais e o rebolado aparentemente exagerado nas cenas dos fluxos também assustam um pouco quem não está acostumado ao mundo do funk.

A Variety não chegou a avaliar a série, mas mostrou que entendeu que a Netflix estava buscando um público diferente daquele que já consome o serviço de streaming ao apostar na série de Kondzilla.

Dicionário Sintonia: Rita, Nando e MC Doni "traduzem" as gírias da série

UOL Entretenimento

Veja o que a crítica estrangeira está falando sobre Sintonia:

Variety

"A série brasileira Sintonia, lançada globalmente em 9 de agosto, pode ser vista como um teste para a Netflix avaliar sua própria capacidade de aumentar sua audiência de fora dos Estados Unidos em uma fatia específica: a de jovens adultos. Já estabelecidos, especialmente na Europa, com uma audiência mais madura, o futuro da Netflix, sua identidade e seu apelo como uma empresa pode depender de tal sucesso."

Decider

"Ao mostrar como três amigos de infância são fiéis uns aos outros, mesmo quando suas vidas os afastam, a série nos mostra os quão fortes são os laços dentro das favelas. Ficamos intrigados ao ver como é o dia a dia dessas pessoas, e como elas são diariamente testadas. Vale a pena assistir. Sintonia traz um olhar fascinante sobre a vida nas favelas de São Paulo, onde as pessoas são criativas e cheias de esperança, apesar de todas as dificuldades da vida."

Ready Steady Cut

"Crescer é complicado em qualquer parte do mundo, mas pode ser ainda mais difícil em alguns lugares em comparação a outros. E quase nunca pensamos sobre isso; estamos tão envolvidos nos nossos problemas que nem percebemos o quanto privilegiados somos apenas por estarmos onde estamos. A vida não é uma competição, mas também não é justa e, mais importante ainda, não é a mesma para todo mundo. Sintonia é o tipo de série que te faz refletir sobre como tudo é igual, mas também como tudo é diferente."

The Review Geek

"Sintonia é uma série brasileira interessante, sem dúvida, e retrata bem a jornada de três adolescentes com muita diversidade e talento que criam um arco atraente. Embora algumas partes tenham uma estética um tanto quanto exagerada, há conteúdo suficiente para criar um drama envolvente de amadurecimento."

The Ruby Tuesday

"Eu gostei bastante, embora ache que não é algo que eu queira ver mais em uma nova temporada. Definitivamente eu não sou o público-alvo da série, mas eu achei interessante. Achei que tem um tom novelístico em alguns momentos, misturado com a temática de violência, mas penso que talvez filmes e séries no Brasil sejam feitos dessa forma. Em alguns momentos é bem fraco, mas em outros é muito bom. É ok. Sei que isso não soa muito bom, mas o que eu quero dizer é que não é terrível, é ok. Por favor não fiquem ofendidos pela minha avaliação, é só a opinião de um cara branco do Reino Unido que não vive essa realidade."