Topo

Roger Daltrey, do The Who, diz que vai perder a voz nos próximos 5 anos: "É a idade"

Roger Daltrey canta com seu The Who no palco do São Paulo Trip, no Allianz Parque - Mariana Pekin/UOL
Roger Daltrey canta com seu The Who no palco do São Paulo Trip, no Allianz Parque Imagem: Mariana Pekin/UOL

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

03/07/2019 14h26

Um dos maiores vocalistas da história do rock, Roger Daltrey não hesita em dizer que sua carreira pode estar com dias contados. "Obviamente, nos próximos cinco anos, eu vou perder a voz", comentou o cantor do The Who em nova entrevista à Billboard. "A idade vai levar ela embora eventualmente".

Daltrey, no entanto, planeja fazer o melhor com o tempo que lhe resta. O britânico, que completou 75 anos em março, está em turnê com o The Who e gravando o primeiro álbum do grupo desde Endless Wire, de 2006. No ano passado, lançou um disco solo e um livro de memórias.

Sobre o novo disco do The Who, Daltrey disse que o material gravado por ele e Pete Townsend está "saindo melhor do que o esperado". O vocalista comentou que o álbum já tem nove faixas, muitas delas em formato orquestrado.

"É Townsend em seu melhor", elogiou o cantor. "Ele ainda tem aquele lado rebelde, e o talento para criar músicas que realmente grudam na cabeça. Eu não sei como o que estamos fazendo se encaixa no mercado de música de hoje em dia, mas também não ligo. Eu sei que temos qualidade".

O músico também confirmou que pretende lançar ao menos mais um projeto solo antes de sumir dos holofotes. "Alguém me propôs uma coisa, uma experiência com um gênero musical que eu nunca explorei antes. Seria interessante, vamos ver no que dá", provocou.

Mais Rock