Topo

Música

Nas redes sociais, Adele apoia amiga diagnosticada com psicose pós-parto

Robyn Beck/AFP/Getty Images
A cantora Adele Imagem: Robyn Beck/AFP/Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

14/08/2018 10h51

Em uma rara aparição nas redes sociais nesta segunda-feira (13), a cantora Adele dividiu com os fãs a história da amiga Laura Dockrill, uma escritora e ilustradora que deu a luz ao seu primeiro filho há seis meses, e desde então tem batalhado com a psicose pós-parto.

Adele, que também já se abriu sobre sua própria depressão pós-parto, comentou no Twitter e no Instagram: "Essa é a minha melhor amiga. Nos conhecemos há mais de metade das nossas vidas. Ela teve meu lindo afilhado seis meses atrás, e foi o maior desafio da vida dela, de mais uma maneira".

"Ela escreveu o artigo mais íntimo, inteligente, articulado e de quebrar o coração que eu já li, relatando sua experiência como uma nova mãe e seu diagnóstico de psicose pós-parto. Mamães, falem sobre como estão se sentindo, porque em alguns casos isso pode salvar sua vida ou a de outra pessoa", completou.

No artigo publicado originalmente no site "Mother of All Lists", Dockrill relata como "essa doença inesperada jogou a mim e a minha família contra a parede".

Novas mamães diagnosticadas com psicose pós-parto podem sofrer alucinações, paranoia, períodos prolongados de depressão, insônia e ansiedade extrema.

Dockrill acabou passando algumas semanas no hospital, segundo o artigo, e diz que hoje se sente "feliz, confiante e forte". "Isso não é algo pelo que você deva se envergonhar. É um desequilíbrio hormonal, e não é sua culpa", escreve ela.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!