Topo

Música

Dave Grohl diz que não coloca músicas do Nirvana para tocar: "É muito pessoal"

Reprodução
Integrantes do Nirvana em foto antiga Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

23/05/2018 11h42

A morte de Kurt Cobain, líder do Nirvana, foi sentida profundamente por aqueles próximos ao músico E Dave Grohl, que foi seu colega de banda, ainda hoje não escuta, por livre e espontânea vontade, as músicas do grupo.

“Por anos eu não conseguia ouvir nenhuma música, muito menos alguma do Nirvana”, disse à revista britânica “GQ” o cantor, hoje líder do Foo Fighters. “Quando Kurt morreu, toda vez que o rádio ligava, eu ficava com o coração partido”.

Atualmente, é quase impossível Grohl escutar os trabalhos da antiga banda. “Eu não coloco as músicas do Nirvana para tocar, não. Apesar disso, elas estão sempre em algum lugar. Eu entro no carro, elas estão lá; eu entro em uma loja, também. Para mim, é muito pessoal. Eu me lembro de tudo dessas músicas. Eu me lembro do shorts que estava usando quando gravamos ou lembro que nevou aquele dia. Ainda hoje, eu encontro novos significados nas letras do Kurt. Sem querer parecer revisionista, mas há momentos em que isso vem. Você pensa ‘uau, não percebi que ele se sentia daquele jeito naquela época’”.

Grohl descreveu o Nirvana como “uma revolução pessoal”: “Eu tinha 21. Você se lembra de ter 21 anos? Você acha que sabe tudo, mas não sabe. Eu achava que sabia tudo. E fazer parte do Nirvana mostrou o quão pouco eu sabia. Foram alguns pontos mais altos da minha vida, mas também, claro, um dos mais baixos. Essas experiências se tornaram uma base de como sobreviver”. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!