Topo

Música

“Eu admito”: R. Kelly fala de acusações de estupro e cárcere privado em nova faixa

Getty Images
R Kelly Imagem: Getty Images

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

23/07/2018 11h50

O cantor R. Kelly aborda as acusações de estupro e cárcere privado que enfrenta desde maio em uma nova música. Ele a disponibilizou no Sound Cloud nesta segunda-feira, com o polêmico nome de "Eu Admito". Apesar do refrão usar esse termo, ele se defende do processo na canção, de 19 minutos. 

O processo está sendo conduzido em Nova York, por Faith A. Rodgers. Ela diz que tinha 19 anos quando se envolveu com o cantor. Após conhecê-lo em um show no Texas, Rogers, hoje com 20, foi convidada por Kelly para ir a Nova York. No hotel, ele deu início a “um contato sexual não desejado” – e não contou que estava infectado com herpes, o que levou a mulher a contrair a doença.

Ele anunciou a música no Instagram, com a legenda: "Hoje é o dia que vocês todos esperavam".

Na letra, muitos versos abordando o tema:

"Eu admito ter f... todas as mulheres. Mais velhas e mais novas. Mas me diga como podem me chamar de pedófilo por causa dessa merda. Isso é maluco. Você pode ter suas opiniões. (...) Mas posso parar na cadeira por causa da sua opinião?"

"Eu admito não ser perfeito. Eu nunca disse que sou perfeito. Dizem que eu abusei dessas mulheres. Que porra é essa? Isso é absurdo. Elas passaram por lavagem cerebral? De verdade? Sequestradas? De verdade? Não podem comer? De Verdade. Papo sério, essa merda parece uma bobeira."

Ouça a faixa:

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!