Topo

Filmes e séries


Demitido de filme de 007, Danny Boyle quase chamou Robert Pattinson para ser Bond

Robert Pattinson em cena de Bom Comportamento - Reprodução
Robert Pattinson em cena de Bom Comportamento Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

21/06/2019 09h18

O cineasta Danny Boyle, conhecido por clássicos como Trainspotting: Sem Limite e Extermínio, quase dirigiu um filme de James Bond. Caso ele não tivesse se afastado da franquia por "diferenças criativas", no entanto, o diretor poderia ter chamado Robert Pattinson para ser seu 007.

Boyle revelou sua intenção em entrevista com o jornal "The Guardian". O diretor contou que estava assistindo a ficção científica High Life, em que Pattinson interpreta um astronauta envolvido em uma missão perturbadora, quando teve a ideia.

"Eu estava lá sentado vendo o filme, e foi bizarro, porque imediatamente pensei: 'Uau, eu deveria chamar ele para ser Bond'", disse. Boyle ainda disse que não acha o ator jovem demais para o papel: "Ele deve estar com 30 anos agora. Quantos anos tinha [Sean] Connery? Eu acho que ele está pronto".

Para responder à pergunta do diretor, Sean Connery tinha 32 anos quando estreou como James Bond em O Satânico Dr. No, de 1962. Nascido em 1986, Pattinson completou 33 anos em maio.

Boyle ainda abordou sua saída da franquia, dizendo que o trabalho dele e de seu parceiro criativo de longa data, o roteirista John Hodge, não estava indo na direção que os produtores queriam. "Eles não gostavam do que estávamos fazendo. Eu achava que era bom, mas não era o que eles queriam", comentou.

"O que eu aprendi é que não quero dirigir um filme de grande franquia", disse ainda. "Eu entrei nisso de forma otimista. É como se apaixonar. Você não pode tentar algo assim de forma defensiva, você tem que ir de coração aberto".

Boyle foi substituído por Cary Joji Fukunaga (True Detective), que vai dirigir Daniel Craig no que deve ser sua última aventura na pele de Bond. Apesar de alguns contratempos nas filmagens, a data de estreia do filme segue marcada para abril de 2020.

Filmes e séries