Topo

Brian May, do Queen, quer novo Live Aid para combater mudanças climáticas

Justin Tallis/AFP
14.jul.2015 - O guitarrista da banda Queen, Brian May, participa de manifestação contra a caça de raposas em Londres Imagem: Justin Tallis/AFP

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

2019-05-07T19:57:10

07/05/2019 19h57

O guitarrista do Queen, Brian May, tem um sonho: a realização de um novo festival aos moldes do Live Aid (1985) e Live Earth (2007), para alertar o mundo para o grave problema das mudanças climáticas. E o Queen, hoje com o vocalista Adam Lambert, seria presença garantida.

"Provavelmente seria necessário que a geração mais jovem enfrentasse essa situação com coragem", disse o músico ao jornal The Daily Mirror, que comprometeu-se a participar também da produção do possível evento. "Ajudaríamos de qualquer maneira que pudéssemos. Isso seria necessário."

O guitarrista reconhece, no entanto, que hoje não seria nada fácil reunir tantos nomes relevantes como fez o histórico festival de 1985, que é retratado no filme "Bohemian Rhapsody" e, que, além do Queen, também contou com nomes como David Bowie, Elton John, U2 e Paul McCartney, entre vários outros.

Outro entrave: produzir algo tão grandioso quanto foi o Live Aid, que, com proposta de arrecadar fundos para combater a fome na África, marcou época pelo ineditismo e por ocorrer simultaneamente em dois continentes, com shows na Inglaterra e Estados Unidos,

"As pessoas assistiram a muitos shows desde que o Live Aid surgiu para tentar resolver os problemas do mundo, por isso não é tão fácil quanto parece", admitiu Brian May.

Peter Still/Getty Images
Freddie Mercury e Brian May durante o show do Live Aid, no estádio de Wembley, em 1985 Imagem: Peter Still/Getty Images

Mais Rock