Topo

Vingadores


Disney recontrata James Gunn para "Guardiões da Galáxia 3"

Ian Gavan/Getty Images for Disney
James Gunn, diretor de "Guardiões da Galáxia" Imagem: Ian Gavan/Getty Images for Disney

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

2019-03-15T15:06:16

15/03/2019 15h06

James Gunn ganhou uma segunda chance. O diretor foi recontratado pela Disney para dirigir e escrever "Guardiões da Galáxia 3", de acordo com o site Deadline. No Twitter, ele agradeceu à Disney e ao público.

O cineasta havia sido demitido da franquia em julho, após o ressurgimento de uma série de tuítes antigos em que ele fazia piadas com temas como pedofilia e estupro. Desde então, o presidente do Walt Disney Studios, Alan Horn, se encontrou várias vezes com Gunn para discutir a situação. Convencido pelos pedidos de desculpas públicos do diretor e pela forma como ele lidou com a situação, Horn decidiu voltar atrás e recontratar Gunn.

Em outubro, Gunn foi contratado pela Warner/DC para roteirizar "Esquadrão Suicida 2", e em janeiro começaram a circular relatos, na imprensa internacional, de que ele iria dirigir a nova produção, prevista para 2021. Segundo a revista "The Hollywood Reporter", ele irá comandar os dois projetos -- e "Esquadrão" virá primeiro.

"Guardiões da Galáxia 3" estava previsto para 2020, mas teve sua produção suspensa em agosto, um mês depois da demissão de Gunn. Após a saída, o elenco chegou a divulgar uma carta aberta em apoio ao diretor, que à época não foi suficiente para sua recontratação.

O cineasta foi responsável pelos dois primeiros filmes do grupo de heróis e era tido como uma peça importante da fase 4 do universo Marvel nos cinemas. Nomes de outros diretores, como o de Taika Waititi ("Thor: Ragnarok"), chegaram a circular em torno do projeto, mas nada se concretizou.

Também de acordo com a "Hollywood Reporter", a Disney nunca chegou a procurar ativamente outros diretores, mas foi atrás de Gunn, em segredo, para negociar sua volta.

Mais Vingadores