PUBLICIDADE
Topo

Após prisão, Jussie Smollett é cortado de episódios de "Empire"

O ator Jussie Smollett em cena de "Empire" - Reprodução
O ator Jussie Smollett em cena de "Empire" Imagem: Reprodução

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

22/02/2019 12h32

Após a prisão de Jussie Smollett, a Fox optou por cortar a participação do ator dos dois últimos episódios da quinta temporada de "Empire". Ele é acusado de forjar um ataque racista e homofóbico contra ele mesmo.

O corte foi revelado em um comunicado oficial divulgado pelos produtores da série, Lee Daniels, Danny Strong, Brett Mahoney, Brian Grazer, Sanaa Hamri, Francie Calfo e Dennis Hammer.

"Os eventos das últimas semanas foram muito comoventes para todos nós", afirmaram. "Jussie tem sido um membro importante da nossa família 'Empire' pelos últimos cinco anos, e nós nos importamos muito com ele. Apesar de essas acusações serem perturbadoras, estamos depositando nossa confiança no sistema judiciário enquanto o processo se desenrola. Estamos conscientes dos efeitos disto sobre nosso elenco e nossa equipe e, para evitar mais interrupções no set de filmagens, decidimos remover o papel de Jamal dos últimos dois episódios da temporada", diz o comunicado.

Entenda o caso

Jussie Smollett causou comoção no dia 29 de janeiro, após supostamente ser vítima de um ataque racista e homofóbico na cidade de Chicago. O ator recebeu apoio de vários famosos, incluindo a atriz Ellen Page.

Dias depois, no entanto, surgiram rumores de que o ataque pudesse ter sido forjado pelo ator, que estaria descontente com seu salário em "Empire".

Smollett foi preso ontem e liberado após pagar uma fiança de US$ 100 mil e entregar seu passaporte à polícia. Ele chegou a retornar ao set da série, onde, segundo o TMZ, colegas de trabalho pediram para que ele seja demitido. O ator disse ser inocente.