PUBLICIDADE
Topo

Fox rebate boatos de que Jussie Smollett teria saído de "Empire": "Ridículo"

Jussie Smollett - Reprodução/Billboard
Jussie Smollett Imagem: Reprodução/Billboard

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

15/02/2019 15h26

Após a CBS Chicago informar que o ator Jussie Smollett teria forjado um ataque homofóbico por ter saído de "Empire", a 20th Century Fox Television e a Fox Entertainment afirmaram que ele segue na série. 

"A ideia de que Jussie teria saído de 'Empire' é ridícula", escreveu em comunicado o canal e o estúdio. "Ele continua uma peça fundamental neste projeto de sucesso e o apoiamos".

Representamos do ator disseram ao site Variety que as reportagens sobre o ataque ter sido encenado são "rumores ridículos".

Segundo o jornalista Rod Elgas, da ABC 7, "múltiplas fontes" disseram que Smollett e os dois acusados forjaram o incidente porque o personagem do ator pode ter sido retirado da série. Já Brad Edwards, do CBS Chicago, informou que os investigadores acreditam que "duas testemunhas são conspiradores em um potencial ataque encenado".

A polícia não confirma as informações publicadas pelos jornais de Chicago.

A AGRESSÃO

Jussie Smollett foi agredido em 29 de janeiro na cidade de Chicago, por homens que utilizaram insultos homofóbicos e racistas. Além de interpretar um personagem LGBTQ+ na série "Empire", que atualmente exibe sua quinta temporada, Smollett se assumiu gay publicamente em 2015, em entrevista a Ellen DeGeneres.

O ator acabou tendo as costelas fraturadas no ataque. Os agressores ainda teriam jogado alvejante em cima dele e colocado uma corda ao redor do seu pescoço antes de deixarem o local. Smollett foi hospitalizado, e a polícia de Chicago abriu uma investigação para apurar o caso.