PUBLICIDADE
Topo

Polícia prende dois suspeitos de ataque homofóbico a ator de "Empire"

Jussie Smollett em cena de "Empire" - Divulgação/IMDb
Jussie Smollett em cena de "Empire" Imagem: Divulgação/IMDb

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

15/02/2019 16h43

A polícia de Chicago prendeu hoje dois homens considerados suspeitos no ataque homofóbico e racista contra o ator Jussie Smollett, conhecido pelo papel de Jamal Lyon em "Empire". O porta-voz da polícia identificou os suspeitos apenas como "irmãos de nacionalidade nigeriana".

Segundo a "Billboard", a polícia está interrogando os dois homens desde quarta-feira, quando eles foram apreendidos em um aeroporto ao voltar da Nigéria para a cidade. Na quinta, os policiais fizeram uma busca na casa dos irmãos.

O comunicado da polícia ainda aponta que ao menos um dos irmãos trabalhou na série "Empire", embora não esclareça em qual capacidade. A polícia continua negando rumores originados na imprensa local de que o ataque a Smollett tenha sido forjado pelo ator.

A emissora que exibe "Empire" nos EUA, a Fox, também negou que Smollett estava prestes a deixar a série quando o ataque aconteceu. De acordo com as reportagens da mídia local, este teria sido o motivo do ator para encenar o ataque.

Smollett foi abordado na rua durante a madrugada do dia 29 de janeiro, enquanto saía de um restaurante da rede de fast-food Subway próximo ao seu apartamento. Os dois criminosos gritaram ofensas homofóbicas e racistas ao reconhecer o ator, o agrediram, jogaram alvejante sobre a sua cabeça e colocaram uma corda ao redor do seu pescoço.