Entretenimento

Supremo divulga participantes da audiência que discutirá biografias

Antônio Araújo/UOL
A ministra do Supremo Tribunal Federal Cármen Lúcia Imagem: Antônio Araújo/UOL

Do UOL, de São Paulo

18/11/2013 21h29

O Supremo Tribunal Federal (STF) publicou nesta segunda-feira (18) o cronograma com a lista de participantes da audiência pública sobre as biografias não autorizadas, no  próximo dia 21.

No documento publicado, a ministra Cármen Lúcia, que convocou o encontro, afirma que  "não foram acolhidos os pleitos daqueles que, conquanto podendo expor relatos pessoais e questões subjetivas, judicializaram casos de seu interesse".

Você acha que as biografias de artistas devem passar por uma autorização prévia?

Resultado parcial

Total de votos
Total de votos

Os selecionados incluem a presidente da Academia Brasileira de Letras Ana Maria Machado, o advogado e representante do Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional, Ronaldo Lemos, o integrante da União Brasileira de Compositores Alaor Barbosa dos Santos, o deputado federal Newton Lima (responsável pelo projeto que pede o fim da autorização prévia às biografias), além do o deputado federal Ronaldo Caiado, autor da emenda que garante velocidade a processos que tratem de reparação de biografados.

A programação do segundo dia ainda será divulgada. A audiência será usada para subsidiar a decisão da corte.

O caso das biografias

A polêmica sobre as biografias voltou a ser debatida quando a produtora Paula Lavigne, porta-voz do grupo Procure Saber (formado por músicos como Caetano Veloso, Chico Buarque, Milton Nascimento, Gilberto Gil, Djavan e Erasmo Carlos), afirmou em entrevista ao jornal "Folha de S.Paulo" que os músicos estavam se mobilizando para impedir a mudança na legislação que submete a publicação de biografias à autorização dos biografados.

O grupo é o mesmo que, em julho, conseguiu pressionar o Senado a colocar em pauta e aprovar o projeto de lei que modifica as regras de arrecadação e distribuição de direitos autorais musicais.

O presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, já afirmou ser a favor da publicação de biografias não autorizadas. "Não acho razoável a retirada do livro do mercado. O ideal seria a liberdade total, mas cada um que assuma os riscos. Se violou o direito de alguém vai ter que responder financeiramente por isso", disse Barbosa.

Diversos escritores e artistas também já se manifestaram contra a proibição de biografias. Entre eles, Ruy Castro, Paulo César de Araújo, Alceu Valença e a filha de Adoniran Barbosa.

Na semana passada, após ser criticado por Caetano Veloso, Roberto Carlos anunciou sua saída do grupo Procure Saber.

A audiência pública sobre biografias não autorizadas será realizada no STF, em Brasília, nos dias 21 e 22 de novembro, das 9h às 13h.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo