Entretenimento

Depois de dois cancelamentos na Flip, viagem de poeta egípcio preocupa organização da festa

Nasser Nuri/Reuters
Chegada de poeta egípcio Al-Barghouti preocupa organização da Flip após queda de líder do país Imagem: Nasser Nuri/Reuters

Mirella Nascimento

Do UOL, em Paraty (RJ)

04/07/2013 15h37Atualizada em 04/07/2013 17h54

Depois do cancelamento da participação de dois dos nomes mais aguardados da 11ª edição da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), a chegada do poeta e cientista político egípcio Tamim al-Barghouti causa preocupação entre os organizadores da festa.

Nesta quinta (4), a organização da Flip aguardava com expectativa a confirmação do embarque de Al-Barghouti. Segundo as informações mais recentes, no meio da tarde o escritor já estava no Cairo, para embarcar para Londres, de onde deve seguir para o Brasil. Apesar de não haver confirmação do embarque, a Flip está otimista e acredita que o participante chegará nesta sexta ao país.

A mesa "Literatura e revolução", com Tamim Al Barghoutti e Mamede Mustafa Jarouche e mediação de Arthur Dapieve, está marcada para domingo às 15h.

Apelidado de "o poeta da revolução" depois que um poema de sua autoria foi declamado na praça Tahrir, no Cairo, durante os protestos contra o ditador egípcio Hosni Mubarak, em 2011. Al-Barghouti mora nos Estados Unidos, mas estava no Egito nos últimos dias, quando houve uma nova série de protestos que culminaram na queda de Mohamed Mursi.

O presidente Mohamed Mursi foi deposto nesta quarta-feira (3) por um golpe militar apoiado por grande parte da população. O ministro da Defesa do Egito e comandante das Forças Armadas, Abdeh Fattah al Sissi, disse na TV que está suspensa a Constituição do país. 

A poucos dias do começo da Flip, o francês Michel Houellebecq e o norueguês Karl Ove Knausgård cancelaram suas vindas por motivos pessoais. O primeiro já havia cancelado a participação na Flip de 2011.

A mesa da qual o francês participaria deu lugar a uma nova mesa, sobre os protestos e o atual momento político do país. O norueguês foi substituído pelo autor mexicano Juan Pablo Villalobos na mesa "Ficção e confissão", às 17h15 de sexta.

Convidados, os autores que participam da Flip não recebem cachê. Com os cancelamentos, a organização precisa remarcar mesas, desmarcar passagens e hospedagens, mas não há nenhum tipo de multa ao desistente. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo