PUBLICIDADE
Topo

Produção de Constantine cogitou sequência envolvendo Jesus; estúdio barrou

Keanu Reeves em "Constantine" (2005) - Divulgação
Keanu Reeves em "Constantine" (2005) Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

25/07/2020 17h29

Quinze anos após a estreia do filme "Constantine", o diretor Francis Lawrence afirmou que não faltaram ideias para realizar uma sequência do longa, que teria maior foco no passado do personagem interpretado por Keanu Reeves. Em painel online da Comic-Con na tarde de hoje, Lawrence afirmou que o empecilho veio da Warner Bros, que não comprou nenhuma das ideias para dar continuidade à história.

"Conversamos [entre a produção] mais do que o estúdio", disse ele no painel, que também contou com a presença de Reeves e do produtor Akiva Goldsman. "Porque foi algo que vendeu bem e era uma época em que as pessoas ainda compravam DVDs", acrescentou.

Segundo Lawrence, mesmo sem ter sido "aclamado pela crítica na época", o filme conquistou muitos fãs que ainda o mantém em evidência. "Acho que sempre amamos mais a ideia de continuidade do que o estúdio", afirmou.

Goldsman disse que foram "infinitas conversas" sobre retomar as filmagens e dar continuidade à trama, ainda que o foco maior fosse em John Constantine e a classificação indicativa fosse voltada para um público mais velho. Uma das ideias incluia até Jesus, que teria um encontro com John em uma cela.

"Tentamos diversas formas, conversamos, tivemos ideias, mas isso sempre foi dificultado pelo estúdio", relatou.