PUBLICIDADE
Topo

Música

Kanye West diz que 'Wakanda' seria inspiração se fosse presidente dos EUA

Kanye West anunciou candidatura independente no sábado (4) para a presidência dos Estados Unidos - Rozette Rago/The New York Times
Kanye West anunciou candidatura independente no sábado (4) para a presidência dos Estados Unidos Imagem: Rozette Rago/The New York Times

Do UOL, em São Paulo

08/07/2020 09h56Atualizada em 08/07/2020 10h55

O cantor Kanye West deu detalhes sobre algumas de suas metas caso seja eleito presidente dos Estados Unidos neste ano.

Ele se diz inspirado no modelo de gerenciamento e de inovação de Wakanda, país africano fictício do filme "Pantera Negra".

"Vou usar a estrutura de Wakanda agora, porque é a melhor explicação de como nosso grupo de designers vai se sentir na Casa Branca", exemplificou o rapper para a revista Forbes.

"Como no filme, em Wakanda, quando o rei foi visitar a cientista que fez os sapatos envolverem seus pés. Apenas a quantidade de inovação que pode acontecer, a quantidade de inovação na medicina — como as grandes empresas farmacêuticas — vamos trabalhar, inovar, juntos", completou.

Kanye West anunciou sua candidatura no último sábado (4), como um candidato independente. Contudo, o rapper já perdeu o prazo de inscrição de ao menos seis estados norte-americanos.

Ele voltou a fazer críticas ao atual presidente dos EUA, Donald Trump, e disse não apoiar mais sua reeleição. "Parece uma grande bagunça para mim", afirmou sobre a gestão do republicano. Ele ainda criticou quando Trump supostamente foi levado para um banker da Casa Branca durante os protestos em defesa da valorização das vidas negras.

Infectado

Kanye West alegou que contraiu a doença causada pelo coronavírus. Ele disse que sentiu calafrios, que ficou "tremendo na cama" e que "vendo vídeos para superara isso".

Mesmo passando pela covid-19, o rapper tem um olhar cauteloso sobre futuras vacinas e desenvolve teorias da conspiração.

"Essa é a marca da besta. Eles querem colocar fichas dentro de nós, querem fazer todo tipo de coisa, para chegar onde não podemos atravessar os portões do céu".

Outros planos

Kanye ainda apontou outros projetos que pretende tocar caso chegue até a Casa Branca. Como política externa, ele afirma que ainda não desenvolveu, mas que está "focado em proteger a América, primeiro, com nossos grandes militares".

O rapper de 43 anos explicou que é contra a pena de morte utilizando o versículo bíblico "não matarás" e também disse que é "pró-vida" em casos de aborto.

Ele também criticou os democratas, insinuando que o partido prega uma segregação racial ao "dizer que todos os negros precisam ser democratas e assumir que eu concorrer é dividir os votos".

Música