PUBLICIDADE
Topo

Miley Cyrus conta que está afastada de vícios com drogas há seis meses

Miley Cyrus também contou sobre episódios tristes do passado da família que a ajudaram a compreender a necessidade de parar - Reprodução / Instagram
Miley Cyrus também contou sobre episódios tristes do passado da família que a ajudaram a compreender a necessidade de parar Imagem: Reprodução / Instagram

Do UOL, em São Paulo

23/06/2020 14h26Atualizada em 23/06/2020 15h34

A cantora Miley Cyrus afirmou, em entrevista para a revista Variety, que está há cerca de seis meses sem consumir bebidas alcoólicas e drogas, após passar por uma cirurgia na região das cordas vocais.

"Estive sóbria durante os últimos seis meses. No começo, era apenas por causa dessa cirurgia. Mas eu estava pensando muito em minha mãe", contou. Miley decidiu se manter longe dos vícios que tinha depois de refletir sobre a história da mãe, Letícia Tish, e da família.

"Minha mãe foi adotada e eu herdei alguns dos sentimentos que ela tinha, de abandono e o desejo de provar que você é valioso. Os pais do meu pai se divorciaram quando ele tinha 3 anos, então ele se criou. Eu pesquisei muito sobre minha família, tem muitos episódios de dependência e saúde mental", continuou a cantora.

Miley ainda disse que há um estigma sobre quem prefere não fazer uso das drogas, principalmente quando se é jovem. Mas rebate as críticas: "O que eu mais amo é acordar 100%, 100% do tempo. Não quero acordar grogue. Eu quero acordar me sentindo pronta".

A artista revelou que o motivo para sua cirurgia feita em novembro de 2019 era o uso excessivo das cordas vocais, em razão do número de shows e devido a alguns hábitos também.

Ela vem realizando uma série de entrevistas com outros cantores em seu Instagram, como se fosse um talk-show. Perguntada se a ideia iria para a TV, ela disse, brincando: "vamos ver".

Ano passado, ela participou da quinta temporada da série "Black Mirror", da Netflix, interpretando Ashley O, justamente uma cantora pop. Em uma das gravações, Miley disse que se sentiu como a própria personagem.

"Quando Ashley acorda do coma, esse foi o dia em que perdi minha casa em Malibu pelos incêndios. Eu fui capaz de me livrar desse trauma e usá-lo na cena. Foi apenas um momento realmente interessante para mim, porque muita coisa estava desmoronando na minha vida pessoal, e era a mesma coisa que acontecia na vida de Ashley", afirmou.