PUBLICIDADE
Topo

Música

Jay-Z, Beyoncé e estrelas se posicionam a favor do 'Black Lives Matter'

Beyoncé e Jay-Z - Dimitrios Kambouris/Getty Images
Beyoncé e Jay-Z Imagem: Dimitrios Kambouris/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

01/06/2020 10h56

Algumas estrelas do universo da música, como Jay-Z, Beyoncé, Rihanna, Ariana Grande e outros nomes, usaram as redes sociais para apoiar os manifestantes norte-americanos a favor do movimento "Black Lives Matter" após a trágica morte de George Floyd na última semana.

Em publicação no perfil de sua produtora, a "Roc Nation", no Instagram, Jay-Z se descreveu como um "pai e homem negro sofrendo". O rapper disse que conversou com o governador de Minnesota, Tim Walz, e pediu que ele "processe todos os responsáveis pelo assassinato de George Floyd em toda a extensão da lei."

@mngovernor #JusticeForGeorgeFloyd

Uma publicação compartilhada por Roc Nation (@rocnation) em

Assim como o marido, Beyoncé se manifestou e solicitou assinaturas para uma petição para que fossem apresentadas acusações contra outros envolvidos no assassinato de Floyd. "Estamos com problemas e com nojo. Não podemos normalizar essa dor", disse a cantora.

O também rapper Travis Scott falou sobre o "sentimento enfurecido de perder continuamente nossos irmãos e irmãs à brutalidade nas mãos dos oficiais." "A raiva que estamos sentindo é da experiência pessoal direta e da dor constante de querer que nossas vozes sejam ouvidas", acrescentou.

🌏🖤🗣

Uma publicação compartilhada por flame (@travisscott) em

Rihanna questionou: "Ver meu povo ser assassinado e linchado dia após dia me levou a um lugar pesado no meu coração."

Já Ariana Grande compartilhou fotos de alguns protestos em Los Angeles e pediu para as pessoas permanecerem ativas e energizadas. "Continuem compartilhando, continuem aprendendo", disse a cantora.

Billie Eilish se revoltou contra pessoas que usam o lema "All Lives Matter" (Todas as Vidas Importam) em reação ao movimento "Black Live Matter" (Vidas Negras Importam). "Se todas as vidas importam, por que negros são mortos só por serem negros?", disse a cantora.

#justiceforgeorgefloyd #blacklivesmatter

Uma publicação compartilhada por BILLIE EILISH (@billieeilish) em

O movimento "Black Live Matter" voltou aos termos mais mencionados nas redes sociais por causa dos protestos nos Estados Unidos após a morte de George Floyd. Um vídeo mostra que o homem negro de 40 anos morreu depois de ter sido imobilizado com um joelho sobre o pescoço durante uma violenta abordagem policial.

Música