PUBLICIDADE
Topo

Globo de Ouro muda regra e filmes não precisarão passar primeiro no cinema

Brad Pitt discursa após ganhar Globo de Ouro - Reuters
Brad Pitt discursa após ganhar Globo de Ouro Imagem: Reuters

Do UOL, em São Paulo

26/03/2020 13h30

Resumo da notícia

  • O Globo de Ouro decidiu mudar as regras para a cerimônia de 2021
  • Filmes não precisarão estrear primeiro no cinema
  • Premiação aceitará longas que chegaram primeiro ao streaming ou TV
  • Medida é para tranquilizar estúdios em meio à pandemia do novo coronavírus
  • Inicialmente, regra só vale para filmes entre 15/03 e 30/04, mas prazo pode ser prorrogado

A Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, na sigla em inglês), que organiza todos os anos a premiação do Globo de Ouro, anunciou hoje que as regras para a cerimônia de 2021 serão mudadas em decorrência da pandemia do novo coronavírus. A informação é do The Hollywood Reporter.

A determinação é que, para concorrer às estatuetas do Globo, os estúdios não precisarão lançar os longas primeiro nos cinemas, podendo liberá-los inicialmente em um "formato televisivo" (serviço de streaming, canal de TV aberta ou fechada, etc.) e, mesmo assim, competir nas categorias cinematográficas.

O Globo de Ouro do ano que vem ainda não tem data definida, mas já contratou as comediantes Tina Fey e Amy Poehler como apresentadoras.

Por enquanto, a nova regra tem valor "temporário", se aplicando apenas a lançamentos entre 15 de março e 30 de abril. O texto da HFPA admite, no entanto, que a medida pode ter o prazo estendido conforme os efeitos da pandemia forem melhor mensurados.

A Associação também revogou a regra que obrigava estúdios a promoverem uma exibição especial do filme, para a qual todos os seus (por volta de 90) membros deveriam ser convidados. Ao invés disso, os produtores poderão enviar DVDs ou links através dos quais os membros poderão assistir aos filmes.

Enquanto o Globo de Ouro tomou a decisão rapidamente, os diretores da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (responsável pelo Oscar) ainda estão deliberando sobre possíveis mudanças nas regras para 2021. Vale notar que a Academia é um órgão muito maior, com mais 8.000 membros.