PUBLICIDADE
Topo

Billie Eilish critica fãs saindo de casa sem precisar: 'Não é sobre você'

Billie Eilish - Reprodução
Billie Eilish Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

17/03/2020 08h50

Resumo da notícia

  • Billie Eilish falou com os fãs sobre pandemia do coronavírus no Instagram
  • Cantora deu bronca em seguidores jovens que 'estão saindo por aí, em baladas e na praia'
  • Ela admitiu que não se preocupou com a pandemia no início, por não estar em grupo de risco
  • 'Eu tive que perceber que isso não é sobre mim. Você pode passar para pessoas mais fracas'

Billie Eilish pediu para seus fãs levarem a pandemia do coronavírus a sério. Em uma série de vídeos na sessão de Stories do Instagram, a cantora criticou os seguidores que estão saindo de casa sem necessidade, mesmo com a recomendação de distanciamento social.

"Eu sei que essa m*rda é muito louca. Muita gente não sabe o que está acontecendo, e eu não sei o que está acontecendo. Eu acho que ninguém sabe. Eu sei que estamos todos assustados, e todos temos nossas opiniões, Eu não quero me meter na vida de ninguém, mas quero dizer que isso é realmente sério, não é uma piada", começou ela.

"Como muitos de nós não vimos em primeira mão o que [o coronavírus] está fazendo, e quem está afetando, é difícil entender que é algo sério, mas é. Eu vi que muitas pessoas jovens saíram por aí, indo a baladas, ou à praia, ou a qualquer lugar. É muito irresponsável", continuou.

Eilish disse que, no início da pandemia, também não estava preocupada. "Eu pensava: 'Estou pouco me f*dendo, eu sou jovem, não ligo se eu pegar [o coronavírus]'. Aquele estado de espírito estúpido. 'Eu não ligo se pegar, ou eu sei que não vou pegar, sou imune'. O que eu não percebi é que não era sobre mim", comentou.

"Para todo mundo que está pensando que não está nem aí: não é sobre você. Se você acabar pegando, ou ficar perto de alguém que pegou, você pode transferir para alguém que é mais fraco. Isso é completamente irresponsável", repetiu ela.

A cantora também notou que "metade do mundo está surtando de preocupação, e metade está agindo como se não fosse nada". "O que eu quero dizer é: 'Não entrem em pânico, mas não sejam idiotas'. Por favor, seja responsável. Você pode pegar essa doença e ficar bem, mas pode passar para os seus pais, os seus avós, os seus tios e tias, a mãe do seu amigo", listou ainda.

Por fim, Eilish recomendou que as pessoas não comprem quantidades exageradas de mantimentos. "Quando você faz isso porque está com medo de algo que pode acontecer no futuro, você está fazendo com que seja muito difícil para as pessoas que precisam disso agora encontrar esses produtos", explicou.

"Não é o apocalipse, pessoal. Fiquem em casa. Eu entendo o pânico, só quero dizer: relaxem, mas levem isso a sério. Cuidem bem de vocês mesmos e das pessoas ao seu redor. Ficar em casa não é difícil. Eu me sinto ótima, porque nunca tenho tempo para ficar em casa", brincou ela.

Por causa da pandemia, a cantora suspendeu diversos shows de sua turnê em apoio ao álbum "When We All Fall Asleep, Where do We Go?", lançado no ano passado. Suas duas apresentações no Brasil continuam marcadas para o fim de maio, por enquanto.