PUBLICIDADE
Topo

Oscar 2020: dez bastidores da cerimônia que a televisão não mostrou

Bong Joon-ho na Governors Ball, tradicional festa pós-Oscar - Kevork Djansezian/Getty Images
Bong Joon-ho na Governors Ball, tradicional festa pós-Oscar Imagem: Kevork Djansezian/Getty Images

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

10/02/2020 17h10

Nem tudo que aconteceu na cerimônia do Oscar, que consagrou ontem o filme sul-coreano Parasita, apareceu na televisão ou mesmo na internet. Muitos dos momentos mais espontâneos e memoráveis da noite foram protagonizados fora das telas: nos assentos, nas cercanias dos bares, nos saguões e até nos banheiros do luxuoso Dolby Theater, em Los Angeles. Veja abaixo dez desses instantes "mágicos" flagrados pela revista "The Hollywood Reporter".

Greta pessimista

Depois de perder o Oscar de roteiro adaptado para Taika Waititi (Jojo Rabbit), a roteirista e diretora de adoráveis mulheres, Greta Gerwig, se encontrou no lobby da cerimônia com Tom Rothman, presidente dos estúdios Sony. "Bom, para mim já deu por hoje", disse ela ao chefe. "Você está longe de terminar", respondeu ele, antes de emendar: "O que é o Oscar, afinal de contas? Vamos perder muitas vezes hoje à noite, ainda assim isso é fantástico".

'Encontro casual de um casamento'

"Muito bem, filho da p*!" Foi assim que o diretor Noah Baumbach ("História de um Casamento", da Netflix) cumprimentou Scott Stuber, diretor da divisão de cinema da plataforma de streaming, quando os dois se cruzaram no bar do lobby após Laura Dern vencer o Oscar de atriz coadjuvante. Mais famosos acabaram rapidamente aparecendo: Adam Driver e a mulher, Joanne Tucker, Gerwig, Rian Johnson (diretor de Entre Facas e Segredos) e a esposa, Karina Longworth. Eles aproveitaram e posaram para foto.

Suco com chocolate

Archie Yates, ator de 11 anos e estrela do filme "Jojo Rabbit", também teve seu momento durante o primeiro intervalo comercial do Oscar. Ele foi até o bar, pediu um suco de laranja e pegou vários chocolates Kisses, da Hershey´s, entregando-as à mãe para ela guardar na bolsa. Na volta, ele ainda acabou tietado uma fã convidada, que gritou "eu amo você e amo seu filme!".

Pausa para gravidez

Durante a cerimônia, um repórter perguntou à diretora Marielle Heller, 40, se ela tinha algum filme previsto para 2020, depois de lançar "Um Lindo Dia na Vizinhança" em 2019 e "Poderia Me Perdoar?" no ano anterior. O marido dela, o humorista Jorma Taccone, deu então um tapinha na barriga dela. "Vamos tirar um ano de folga", revelou ele, lembrando que Heller está gravida.

Apertado e educado

Em dos intervalos comerciais, o ator George Mackay, de 1917, se dirigiu apressadamente ao banheiro masculino quando avistou a presidente da Universal, Donna Lagley, que produziu o filme. Como bom britânico, muito bem-educado, ele fez questão de parar, dar um, um beijinho na bochecha e continuar sua corrida rumo ao mictório.

Ninguém é de ferro

Com mais um de seus vestidos "bafônicos", Billy Porter, ator da série Pose, foi com um dos destaques do Oscar com sua indumentária dourada e bota Jimmy Choo de salto alto com cordões metálicos. Mas ninguém é de ferro. Na área do bar, ele pediu arrego e tirou os saltos para descansar um pouco. Mas ele não tirou os óculos brilhantes do rosto.

Festinha dos produtores

Faltando trinta minutos para o início oficial do Oscar, a produtora Stephanie Allain foi vista calmamente saindo do lobby, acompanhada do marido, o produtor musical Stephen Bray. Allian revelou que ela e a colega Lynnet Taylor, também produtora, realizaram pela primeira vez um evento especial e privado, dedicado a toda equipe que produziu o Oscar 2020, antes do primeiro ensaio.

Óleo de cannabidiol

Figurinista de Era uma Vez em Hollywood..., Arianne Phillips postou uma foto no banheiro feminino de uma loção a base de cannabidiol da Lord Jones. A marca espalhou seus produtos feitos com a substância pelos banheiros do teatro, incluindo loção, cremes e óleo de banho. Segundo a revista "Hollywood Reporter", uma convidada do Oscar pegou um desses óleos e esfregou no decote.

Euforia da vitória

Quando Parasite venceu o Oscar de melhor filme —a primeira vez de um longa não falado em inglês—, uma euforia incontrolável tomou conta da equipe sul-coreana na plateia. Uma das mais comovidas era a mulher do diretor Bong Joon-ho, que chorava copiosamente. Na festa pós-cerimônia, o premiado Spike Lee não se importou em ir tietar a mesa do filme, conversando com o ator Song Kang-ho e a investidora Miky Lee.

Shia LaBeouf bebendo café à noite

No mesmo evento, o ator Shia LaBeouf sentou-se ao lado da pista de dança em silêncio, bebendo uma xícara de café e balançando a cabeça ao som da música "You're the One That I Want", trilha do filme "Grease", executada pelo DJ. Pelo visto ele não tem problemas para domir —ou tem bastante.