PUBLICIDADE
Topo

Laura Dern ganha o Oscar de melhor atriz coadjuvante

Laura Dern vence como Melhor Atriz Coadjuvante por "história de um casamento" - REUTERS/Mario Anzuoni
Laura Dern vence como Melhor Atriz Coadjuvante por "história de um casamento" Imagem: REUTERS/Mario Anzuoni

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

09/02/2020 23h18

A um dia de completar 53 anos, Laura Dern ganhou o primeiro Oscar de sua carreira. O presente de aniversário adiantado chegou por seu trabalho como atriz coadjuvante no filme "História de um Casamento", de Noah Baumbach. Veja os vencedores do Oscar aqui.

Laura emocionou com um discurso no qual agradeceu ao diretor Noah Baumbach, à diretora Greta Gerwig —com quem trabalhou em outro filme, "Adoráveis Mulheres"— e a seus pais.

"Dizem para você nunca conhecer seus heróis, mas se você é muito sortudo, você os têm como seus pais. Aos meus maiores heróis, Diane Ladd e Bruce Dern", disse a atriz, enquanto a câmera mostrava sua mãe com lágrimas nos olhos.

Com a estatueta, Laura Dern superou Kathy Bates, por "O Caso Richard Jewell", Florence Pugh, por "Adoráveis Mulheres", Scarlett Johansson, por "Jojo Rabbit" e Margot Robbie, por "O Escândalo".

A estatueta veio pelo papel de Nora Fanshaw, a advogada que defende Scarlett Johansson (Nicole) no processo de separação de Charlie (Adam Driver). Com sua longa experiência em divórcios, Nora acaba influenciando todo o processo que deveria ser bem mais simples.

Laura Dern já havia sido premiada no Globo de Ouro e no BAFTA como melhor atriz coadjuvante pelo mesmo papel, chegando como a grande favorita ao Oscar.

Antes, ela já havia sido indicada ao prêmio máximo do cinema em outras duas ocasiões: em 1982 como melhor atriz por "As Noites de Rose" e em 2015 como melhor atriz coadjuvante por "Livre".

Oscar