PUBLICIDADE
Topo

Parasita faz história no Oscar e é indicado a 6 prêmios

Cena do filme Parasita - Divulgação
Cena do filme Parasita Imagem: Divulgação

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

13/01/2020 11h41

Parasita se tornou um dos grandes destaques do Oscar 2020. O filme de Bong Joon-Ho foi indicado em seis categorias, incluindo as três mais importantes: melhor filme, melhor direção e melhor roteiro original.

O longa também foi indicado a melhor filme internacional (antiga categoria de melhor filme estrangeiro), melhor direção de arte e melhor edição. O filme, aliás, é o primeiro longa sul-coreano na história a ser indicado às categorias principais do Oscar. As únicas outras vezes em que filmes do país receberam quaisquer indicações foram em 2004 e 2014, com os curtas de animação Birthday Boy e Adam and Dog.

Bong Joon-Ho também é o primeiro sul-coreano a ser indicado a melhor diretor. Caso ganhe, ele será o segundo diretor de origem asiática a vencer a estatueta, o primeiro tendo sido Ang Lee por O Segredo de Brokeback Mountain (2006). O diretor voltaria a ser premiado no Oscar em 2012, com As Aventuras de Pi.

Franco favorito na categoria de melhor filme internacional, Parasita já venceu o Globo de Ouro de melhor filme em língua estrangeira. O filme foi altamente elogiado pela crítica especializada e já era visto há tempos como forte concorrente ao Oscar.

Descrito como "um conto de fadas de humor sombrio", o longa é uma criativa comédia dramática em tom satírico sobre uma família sul-coreana à beira da miséria que se infiltra em uma família rica. Quando um dos membros do clã consegue trabalho como professor particular de uma menina milionária, passa a indicar seus parentes para trabalhos em outras ocupações na mansão —nem que, para isso, precisem prejudicar seriamente outras pessoas.

O sucesso foi tão grande, que o longa já é cotado para virar uma série na HBO. Segundo a revista Variety, Bong Joon Ho e o roteirista Adam McKay estão negociando para comandar a produção executiva do novo projeto. Ainda não há informações se a ideia da emissora é fazer um remake do filme, desta vez em inglês, ou um derivado.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do publicado inicialmente, Ang Lee foi o primeiro asiático a vencer o Oscar de direção em 2006, por O Segredo de Brokeback Mountain, e não por As Aventuras de Pi. A informação foi corrigida no texto.

Oscar