Topo

Popload Festival


Popload Festival

Ex-CSS, Adriano Cintra quer ver o show da banda no Popload Festival

O músico e produtor Adriano Cintra - Karime Xavier/Folhapress
O músico e produtor Adriano Cintra Imagem: Karime Xavier/Folhapress

Liv Brandão

Colaboração para o UOL

30/10/2019 12h26

Quem acompanhou a trajetória do Cansei de Ser Sexy deve se lembrar do bafão que foi a saída de Adriano Cintra, baixista, baterista e principal compositor da banda, em 2011. Na época, ele foi às redes sociais esbravejar contra as ex-colegas Luísa "Lovefoxxx" Matsushita, Luiza Parra, Ana Rezende e Carolina Sá, citando questões financeiras. Pouco tempo depois, apagou tudo e disse ter resolvido o impasse, que teria se tratado de um "mal entendido".

Morando em Portugal desde maio desse ano, Adriano está de malas prontas para vir a São Paulo em novembro para resolver questões pessoais, e pretende assistir ao retorno da ex-banda aos palcos no Popload Festival, que acontece no dia 15.

"Eu estou indo para São Paulo por pura coincidência. Deixei meu cachorro no Brasil enquanto resolvia os trâmites burocráticos para trazê-lo, o processo é demorado e finalmente terminou, vou buscá-lo e vou aproveitar para tratar umas questões com imóveis", conta Adriano, em entrevista ao UOL, direto de Lisboa.

Adriano jura não guardar ressentimentos e se mostra empolgado para conferir as ex-colegas no palco. "Vai ser engraçado, afinal, nunca vi show do CSS, eu estava sempre tocando", ri o produtor, que tem trabalhado com vários artistas independentes em Portugal e pretende lançar, em breve, as duas demos do CSS gratuitamente nos serviços de streaming.

"O Cansei de Ser Sexy foi uma das coisas mais legais que aconteceram na minha vida. Só quero ver o show. Não quero forçar nada, nenhum encontro, nem quero ir ao backstage. Não quero deixar ninguém constrangido", garante ele, que também está empolgado para conferir o Hot Chip, contemporâneo do CSS na cena new rave dos anos 2000, e a musa punk Patti Smith.

Se na época da saída de Adriano o uso de suas composições pelas integrantes remanescentes da banda também foi combustível para a briga, ele hoje garante que está tudo resolvido.

"A banda é delas e ela fazem o que elas quiserem. Como a maioria das músicas do CSS são minhas e da Lovefoxxx, elas podem tocar à vontade que eu recebo os direitos autorais por isso. Também não veria problema se elas tocassem as músicas que são só minhas, até quero! Quero que elas façam uma superturnê de 'comeback' e toquem muito. Se elas estão felizes e com vontade de fazer isso, que façam, mano. Não tenho mais mágoas, perdoei tudo o que elas fizeram", diz ele, que ainda mantém contato esporádico com Luísa.

"Falei com a Lovefoxxx quando ela disse que o CSS estava fazendo música nova e até comemorei, ofereci ajuda e ela agradeceu. Está tudo bem. Quando elas anunciaram o show, pedi para elas virem tocar em Lisboa para eu poder vê-las", explica Adriano, que só soube do retorno da banda pelas redes sociais. "Encontrei com a Luísa em São Paulo em 2016, antes de ela se mudar para Florianópolis, a gente ficou uma hora abraçado chorando, trocamos presentes, está tudo bem mesmo".

POPLOAD FESTIVAL 2019

Com shows de Patti Smith, The Raconteurs, Hot Chip, Tove Lo, Cansei de Ser Sexy, Little Simz, Khruangbin, Boy Pablo, Luedji Luna e o bloco Ilê Aiyê
Quando: 15 de novembro
Onde: Memorial da América Latina (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 - Barra Funda, São Paulo)
Horários: Abertura dos portões às 10h; início dos shows às 10h45
Ingressos: pista R$ 580 (inteira), pista premium R$ 800 (inteira)
Onde comprar: www.ticketload.com e bilheteria do Unimed Hall

Popload Festival