Topo

Rock in Rio


Rock in Rio, que já esnobou Anitta, agora para e assiste à sua estreia em casa

Renata Nogueira

Do UOL, no Rio de Janeiro

05/10/2019 18h41

Como dizem os cariocas, Anitta esculachou no Rock in Rio. Esnobada pela organização há dois anos, a cantora fez hoje sua estreia no festival realizado no Brasil e chamou os holofotes para si, esvaziando os demais ambientes da Cidade do Rock enquanto se apresentava.

Em 2017, o Rock in Rio não ouviu os apelos do público, e Anitta foi preterida. No ano passado, arrasou na edição em Lisboa. E neste sábado, enfim, pisou no palco Mundo no Rio de Janeiro.

Com um show enxuto, de uma hora, como pede o festival, Anitta economizou no falatório para privilegiar as músicas. Mas em uma de suas únicas interações fez um autoelogio.

"Se eu fosse contar tudo o que aconteceu na minha história até eu chegar até aqui, talvez vocês não se acreditassem. Eu queria agradecer muito a vocês, porque vocês me colocaram aqui hoje. Mas eu sempre agradeço a vocês. Então hoje eu também queria muito agradecer a mim porque eu não desisti. Eu agradeço muito a vocês sempre, mas hoje passou um filme na minha cabeça", discursou a estrela, ovacionada pelo público.

Muita gente estava ali só para ver a brasileira mesmo. A presença de Anitta, inclusive, trouxe muitas crianças para o Rock in Rio. Os pequenos e pequenas contaram com os ombros dos pais para conseguir ver a Poderosa no meio da multidão. Tudo isso seis anos depois de seu primeiro grande sucesso nacional: Show das Poderosas.

E os fãs terão a oportunidade de curtir mais. Anitta ainda volta ao Palco Mundo hoje para cantar Don't Lie, com o Black Eyed Peas, e sua nova música em parceria com Will.i.am, como adiantado pelo colunista do UOL Léo Dias.

Funk antes de qualquer coisa

Anitta exaltou o funk, cantou músicas de seu repertório mais antigo e privilegiou seus hits em português - no caso dela, mais do que suficiente para um show completo. Deu certo! Ganhou a companhia de um coro de quase 100 mil vozes que já lotavam a Cidade do Rock seis horas antes do show principal da noite, da cantora pop norte-americana Pink.

Anitta levou não só o paredão da Furacão 2000 - a empresa de funk onde ela surgiu - para o palco do Rock in Rio, como fez questão de abrir o show exaltando as suas origens. Em vez dela, quem subiu primeiro no palco Mundo foi MC Andinho que entoou o Rap das Armas e o Rap da Felicidade, do refrão "eu só quero é ser feliz". A música tem quase a mesma idade da cantora que hoje leva o ritmo para o mundo.

"Vocês pensaram que eu não ia rebolar a minha bunda no Rock in Rio?"

Anitta também caprichou nos figurinos, dois deles bem funkeiros. O da abertura, uma espécie de macacão colado ao corpo e cheio de recortes com referência à meia-arrastão já muito usada por ela em outros momentos da carreira. E uma calça jeans baixíssima com um top e uma calcinha de cristais que desenhava seu corpo para cantar seus funks no bloco final. Uma sequência de respeito: Vai Malandra, Bola Rebola, Favela Chegou e Onda Diferente - que encerrou o show. Além do tradicional Movimento da Sanfoninha, presente em todos os shows.

Concentradíssima, Anitta pareceu até maneirar nas coreografias nas primeiras músicas, mas logo se soltou e rebolou muito a bunda no Palco Mundo. Destaque para a sensualíssima coreografia de Downtown, acompanhada com apreensão pelo público que soltava gritinhos a cada insinuação de beijo entre ela e uma das bailarinas. Teve até tapinha na bunda.

Sua Cara, uma das músicas do Rock in Rio passado depois de ser apresentada no show de Fergie com participação de Pabllo Vittar, finalmente foi cantada por sua dona. No público, o comentário era um só: "que fod*".

Estrela Única

Anitta levou muito funk, mas também incluiu seu repertório pop e parcerias: Você Mentiu, com Caetano Veloso, Fica Tudo Bem, com Silva, Cobertor, com Projota, Romance com Safadeza, com Wesley Safadão, Você Partiu Meu Coração, com Nego do Borel, Loka, com Simone e Simaria, e Ao Vivo e a Cores, com Mateus e Kauan. Ainda assim, não recebeu nenhum convidado no show. O dia era dela.

Sem atender a um pedido antigo de fazer um show mais pop no Rock in Rio, Anitta ousou e acabou mostrando não só o funk, ritmo que nunca tinha tido um show exclusivo no Palco Mundo, como também o forró e o sertanejo.

Hoje é o sexto dia de Rock in Rio 2019. Pink é a maior atração do palco Mundo - o show da cantora norte-americana começa à 0h10. O palco principal terá também H.E.R. e Black Eyed Peas. O palco Sunset terá ainda shows de Anavitória e Saulo e Charlie Puth, no dia mais pop do festival. São 14 horas de shows por dia, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, com nove palcos e espaços, além da programação nas arenas. O Rock in Rio termina amanhã, domingo, com Muse e Imagine Dragons como destaques no palco Mundo.

Rock in Rio