Topo

Filmes e séries


Felicity Huffman é condenada a 14 dias de prisão por fraude em vestibular da filha

A atriz Felicity Huffman e o marido, o ator William H. Macy, chegam a tribunal - REUTERS/Katherine Taylor
A atriz Felicity Huffman e o marido, o ator William H. Macy, chegam a tribunal Imagem: REUTERS/Katherine Taylor

Do UOL, em São Paulo

13/09/2019 16h53

A atriz Felicity Huffman foi condenada hoje a 14 dias de prisão por fraudar o vestibular da filha. Ela ainda terá que pagar US$ 30 mil, cumprir um ano de liberdade supervisionada e fazer 250 horas de serviço comunitário.

Segundo o THR, a atriz fez um discurso pedindo desculpas ao juiz, aos seus filhos e a outras pessoas pelas suas ações. "Eu admito total responsabilidade pelo que fiz. Estou preparada para aceitar qualquer que seja a sentença". Ela já tinha se declarado culpada em maio.

A intérprete de Lynette em Desperate Housewives foi detida em março, junto com a atriz Lori Loughlin, por pagar suborno para que seus filhos fossem aprovados no vestibular.

O suborno teria sido pago pelos investigados para que os filhos fossem aprovados em escolas de alto nível, como Georgetown, Stanford, UCLA e Yale como atletas recrutados, independentemente de suas capacidades atléticas de fato.

Além delas, dezenas de treinadores da divisão de futebol americano universitário, a NCAA Division I, também foram incluídos nas investigações.

Documentos apresentados pelas autoridades mostram que as pessoas investigadas pagaram milhões em propinas para que seus filhos entrassem nessas faculdades. As investigações estão centradas em um homem da Califórnia que "ajudava estudantes a entrar na universidade". A polícia informou que os pais pagavam para essa pessoa tendo pleno conhecimento do que ele estava fazendo.

Felicity e seu marido, o ator William H. Macy (indicado ao Oscar em 1997 de melhor ator coadjuvante por "Fargo"), teriam pago US$ 15 mil para que a filha mais velha fosse aprovada. Eles também tentaram fazer o mesmo esquema para a filha mais nova, mas desistiram.