Topo

Vingadores


Vingadores: Ultimato: Cenas de Thor contra cobra e Hulk em Wakanda foram descartadas

Hulk (Mark Ruffalo) em cena de Vingadores: Ultimato - Reprodução
Hulk (Mark Ruffalo) em cena de Vingadores: Ultimato Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Do UOL, em São Paulo

19/07/2019 14h58

Os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFreely comandaram um painel na San Diego Comic-Con, na tarde de hoje, onde falaram sobre o desenvolvimento de Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato.

A dupla revelou que foram pelo menos três anos de processo criativo, começando em 2016. Em todo esse período, é claro que muitas ideias que originalmente estavam no roteiro acabaram cortadas da versão final.

Uma dessas cenas descartadas mostrava o Hulk (em sua versão "inteligente", que conhecemos só em Ultimato) aparecendo ainda durante a batalha de Wakanda, no clímax de Guerra Infinita.

Markus e McFreely disseram que a cena em questão mostrava o Professor Hulk detonando Cull Obsidian, um dos membros da Ordem Negra de Thanos. O momento chegou a ser gravado, mas acabou ficando de fora do corte que foi parar nos cinemas.

Quando o Professor Hulk finalmente foi introduzido, em Ultimato, os roteiristas aprenderam uma lição. "Não precisamos explicar tanto cada detalhe. No Queens, Peter Parker foi mordido por uma aranha radioativa. Por que uma combinação de Banner e Hulk não pode existir?", disse Markus.

Tony Stark (Robert Downey Jr.) em cena de Vingadores: Ultimato - Reprodução
Tony Stark (Robert Downey Jr.) em cena de Vingadores: Ultimato
Imagem: Reprodução

Outra cena que ficou pelo caminho foi uma batalha entre Thor e uma serpente. Segundo os roteiristas, a luta acontecia logo antes do Deus do Trovão ganhar o Rompe-Tormentas, machado que o herói usa durante os filmes.

A dupla de escritores também falou sobre as viagens no tempo que fazem parte da trama de Ultimato. Segundo eles, um físico foi consultado para escrever cenas chave do filme, e foi ele quem deu uma dica importante: "Ele nos disse: 'De Volta Para o Futuro é mentira!'", brincou.

Enquanto isso, a decisão de matar o vilão Thanos logo no início de Ultimato foi tomada logo no começo do processo criativo. Segundo os roteiristas, Thanos morreu para que o filme não fosse atrapalhado por um "vilão onipotente", com o poder de todas as Joias do Infinito.

A inspiração para o roteiro dos filmes não foi apenas prática, no entanto. Markus contou uma história emocionante sobre como a morte de seu próprio pai, e o nascimento de seu primeiro filho, resultaram na cena em que Tony Stark encontra Howard no passado.

"Meu pai morreu durante a produção, e logo depois eu tive um filho. A única coisa que eu gostaria de perguntar ao meu pai é: 'Como você lidou com isso?'. Foi satisfatório pegar esses dois personagens, colocá-los juntos, e dar a eles um momento humano e honesto", comentou.

Quer ler mais sobre o mundo geek e conversar com outros fãs? Participe da nossa página no Facebook! Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Geek.

Mais Vingadores