Topo

Música


Cantor R. Kelly sente que sua vida está em risco na prisão, diz advogada

O cantor americano R. Kelly - Mike Pont/Getty Images
O cantor americano R. Kelly Imagem: Mike Pont/Getty Images

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

18/07/2019 22h42

O cantor R. Kelly, preso após ser acusado de cometer novos crimes sexuais, está com medo de sua segurança na prisão.

A advogada do artista, Nicole Blank Becker, que visitou R. Kelly hoje, falou ao TMZ que seu cliente acredita que estar sozinho em uma cela o protege dos outros presidiários, caso contrário sua vida estaria em risco.

Nicole acredita que a solitária também pode ser um problema para R. Kelly, já que ele não tem ninguém para se apoiar.

A advogada declarou que ele não tem direito a livros ou a escrever qualquer coisa, o que torna a jornada ainda mais difícil. Ele tem acesso a um telefone por 15 minutos para falar com a família e amigos. Não há acesso a televisão ou internet.

O cantor de R&B se declarou hoje inocente de uma série de acusações federais de comandar um esquema para forçar mulheres e meninas a sexo com ele e outros, e um juiz determinou que ele fique detido sem direito à fiança.

"Kelly representa perigo extremo à comunidade, especialmente a meninas adolescentes", disse o procurador federal Angel Kroll. "Mr. Kelly cometeu extensiva obstrução de Justiça".

Procuradores apresentaram 18 denúncias contra o artista vencedor do Grammy, com alegações de que ele teria um comportamento predatório sobre adolescentes e jovens mulheres por décadas, tendo cometido uma série de atos sexuais forçados.

Kelly e sua equipe são acusados de pagarem centenas de milhares de dólares em propinas, usando intimidação e até oferecendo um carro para uma vítima para ela ficar em silêncio, atos que fazem parte das acusações de obstrução de Justiça.